PUBLICIDADE
Notícias

Debilitado, poeta Mário Gomes é levado para hospital

O famoso andarilho cearense permaneceu durante dois dias seguidos em frente a bares do Dragão do Mar, onde não estava bebendo e nem se alimentando. No fim da tarde desta segunda, ele foi encaminhado para o IJF

17:38 | 29/12/2014
NULL
NULL

Atualizada às 18h17min

 

O poeta andarilho Mário Ferreira Gomes, de 67 anos, foi encontrado desacordado, por dois dias seguidos, nos arredores do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (Praia de Iracema), no mesmo lugar, sem se alimentar e sem beber e, aparentemente, inconsciente.

Em entrevista ao O POVO Online, o artista visual Tota informou que o amigo Mário Gomes está com um problema na costela, sentindo muitas dores e se alimentando mal. "Eu estava alimentando ele, desde ontem, com água de coco, suco. Fiz até uma canja, mas ele não comeu quase nada".  
[SAIBAMAIS 2]
O Centro Dragão do Mar informou que acionou três vezes, desde o último sábado, 27, a ambulância que atende o equipamento para socorrer o poeta, mas em todas as tentativas ele se recusou a sair de lá e os socorristas não puderam retirá-lo sem a presença da família, com a qual não conseguiram entrar em contato.  

Na quarta tentativa, Gomes cedeu e foi encaminhado, sem resistência, para o Instituto Doutor José Frota (IJF), onde está sendo atendido. "Ele não gosta de hospital, mas comigo e com a minha filha ele veio", afirmou o amigo do poeta, que o acompanha na unidade de saúde. "Ele vai bater uma radiografia da costela e talvez vá para outro hospital. Isso afetou até a cabeça dele", complementou o amigo.

Mobilização na rede

Algumas pessoas utilizaram o Facebook para alertar os demais usuários sobre o problema que Mário Gomes vinha enfrentando e para tentar encaminhar o poeta para algum hospital. Foi compartilhada, entre os usuários da rede social, uma imagem seguida da legenda: "Poeta Mário Gomes encontra-se caído em frente aos bares do Dragão do Mar. Não está se alimentando, nem bebendo. Compartilhem para que seja levado a um hospital".

Lígia Costa especial para O POVO

[email protected]


 

TAGS