PUBLICIDADE
Notícias

24 pessoas foram presas em novembro envolvidas em crimes de homicídio

Quase metade das prisões ocorreram na Área Integrada de Segurança 2 (AIS 2), que abrange os bairros Antônio Bezerra, Canindezinho e Granja Lisboa

10:02 | 03/12/2014
Durante o mês de novembro, 24 pessoas foram presas envolvidas em crimes de homicídio no Ceará, segundo dados divulgados nesta semana pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Nas ações, organizadas pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) em parceria com a Coordenadoria de Inteligência, Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) e Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), foram apreendidas 11 armas.

Quase metade das prisões ocorreram na Área Integrada de Segurança 2 (AIS 2), que abrange os bairros Antônio Bezerra, Canindezinho e Granja Lisboa. O delegado Ricardo Romagnoli, da DHPP, explica que as investigações contaram com as denúncias da população, que apoiaram as forças de segurança para a elucidação de crimes.

As 11 armas apreendidas, conforme a SSPDS, incluíam pistolas de uso restrito, calibre ponto 40 e revólveres. Em uma das últimas ações, realizada no dia 25 de novembro, foi cumprido o mandado de prisão preventiva de Guilherme Areal de Sousa, conhecido como “Sapo”. Ele responde por porte ilegal de arma de fogo, receptação e homicídio; além disso, é apontado como o principal suspeito de matar Manoel Ferreira da Silva Neto, executado em março, no bairro Jardim Iracema.

Redação O POVO Online com informações da SSPDS
TAGS