PUBLICIDADE
Notícias

Inscrições de presos no Enem crescem 99% em 2014

O teste é uma forma de certificar os alunos com o título do Ensino Médio, e também para o acesso à universidade.

18:26 | 04/11/2014
NULL
NULL

O número de presos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) quase dobrou neste ano em comparação com 2013.

De acordo com números divulgados pela Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus), 1.167 internos deverão realizar a prova nos dias 9 e 10 de novembro dentro das 55 unidades prisionais que aderiram ao exame, o número é 99% maior que a quantidade de inscritos em 2013 quando 586 fizeram o exame.

O teste é uma forma de certificar os alunos com o título do Ensino Médio, e também para o acesso à universidade.

Aulões

A Sejus, por meio da Coordenadoria Educacional do Sistema Penitenciário (Cespe), oferece aulões nas grandes unidades prisionais da Região Metropolitana de Fortaleza. O curso preparatório para o vestibular é realizado por quatro semanas de aulas especiais. O trabalho de preparação também é realizado no interior do Ceará.

Para a secretária da Justiça e Cidadania, Mariana Lobo, o crescimento no número de inscritos é resultado de parceria entre a Sejus e a Secretaria de Educação do Estado (Seduc), com objetivo de assegurar o direito à educação.

“Nosso objetivo é mostrar aos internos do sistema penitenciário cearense que o estudo é uma das formas de eles conseguirem trilhar um novo caminho quando deixarem a unidade prisional”, destacou.

De acordo com a Lei 12.433/11, o preso é beneficiado com as horas de estudo. A cada 12 horas de estudo comprovado, o preso abate um dia na pena.

Histórico do Enem Prisional no Ceará

2013 - 586 inscritos; dois internos foram aprovados em universidades federais, um deles conseguiu autorização judicial para cursar a faculdade; 14 pessoas conseguiram a certificação do Ensino Médio.

2012 - 337 inscritos; 10 foram aprovados no Enem; dois tiveram pontuação para a universidade, um deles não obteve autorização da Justiça para cursar e o outro desistiu da vaga.

2011 - 104 inscritos; 17 internos conseguiram aprovação; dois internos conseguiram vaga e autorização para cursar a universidade. Ambos prosseguem no curso.

2010 - Um interno obteve aprovação no Enem, mas não conquistou vaga no Sisu.

 

Redação O POVO Online

TAGS