PUBLICIDADE
Notícias

Adolescentes denunciam estupro após carona
com estranho

As duas aguardavam transporte em uma parada de ônibus na avenida Silas Munguba (antiga Dedé Brasil), quando um homem dirigindo um Pálio, modelo antigo de cor prata, ofereceu carona

12:22 | 24/11/2014

Na tarde do último domingo, 23, um efetivo da Guarda Municipal (GM) que fica no Terminal da Lagoa foi abordado por duas adolescentes, de 16 e 17 anos, denunciando abuso sofrido por uma delas após pegarem carona com um estranho.

Segundo relato das meninas, as duas aguardavam transporte em uma parada de ônibus na avenida Silas Munguba (antiga Dedé Brasil), quando um homem dirigindo um Pálio, modelo antigo de cor prata, ofereceu carona. As duas aceitaram e, no meio do caminho, o estranho sacou uma faca obrigando as meninas a seguirem até um motel das imediações.

De acordo com a GM, a informação das adolescentes é de que o homem aparentava em torno de 35/40 anos e possuía cabelo grisalho.

A equipe realizou algumas diligências, mas não encontrou o veículo com as características apontadas.

As adolescentes foram levadas para prestar depoimento na Delegacia de Defesa da Mulher, já que a Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dececa) não teve expediente no dia.

Prisão

Também no Terminal da Lagoa, por volta das 16h30, a GM prendeu Francisco Antônio do Nascimento, 23, acusado de tráfico de drogas, roubo e latrocínio.

O homem é responsável pela morte do estudante de 16 anos, Isaías Teixeira de Sousa, em julho de 2013.

O crime ocorreu no Terminal da Parangaba, durante a Copa das Confederações, quando o estudante voltava do Aterro da Praia de Iracema com amigos, após assistir um jogo. Francisco roubou o adolescente e o golpeou na cabeça com um rodo usado para limpar para-brisas de veículos.

O acusado foi conduzido para o 11º Distrito Policial (DP), no bairro Pan Americano.

Redação O POVO Online

TAGS