PUBLICIDADE
Notícias

Protestos bloqueiam o trânsito em cruzamento no Benfica

Alunos e professores das universidades estaduais e trabalhadores do MTST do Ceará fizeram passeata e se encontraram no cruzamento entre a Avenida da Universidade e a 13 de Maio

21:03 | 25/09/2014

O grupo formado por alunos e professores de três universidades estaduais do Ceará e outro pelos componentes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) se encontraram no cruzamento da Avenida da Universidade com 13 de Maio durante protesto realizado por volta das 18h desta quinta-feira, 25. De acordo com Elda Maciel, presidente do Sindicato dos Docentes da Uece (Sinduece), a reunião com cerca de 3 mil manifestantes cobrava que o governador do Ceará, Cid Gomes (Pros), cumprisse as promessas realizadas para os dois grupos e, até agora, não teriam sido efetivadas.

Os dois movimentos complicaram o trânsito na área do Benfica. Segundo a AMC, agentes do órgão foram enviados para o local para controlar o tráfego e orientar motoristas. Por volta das 20h, o fluxo foi normalizado.

[SAIBAMAIS3]
O movimento organizado pelo Sinduece saiu do Centro de Humanidades da Universidade Estadual do Ceará (Uece), localizado na Luciano Carneiro, e caminhou até a avenida 13 de Maio, de onde seguiu até a Avenida da Universidade. Conforme Elda, o MTST partiu da Praça do Carmo, localizada na avenida Duque de Caxias, em direção a Avenida da Universidade.

"Foi um dos atos mais bonitos, sem repressão", disse Elda Maciel.

Greve dos professores
Os professores da Universidade Estadual do Ceará (Uece), Universidade Regional do Cariri (Urca) e Universidade Estadual Vale do Acaraú (Uva) estão em greve. De acordo com os docentes, o Governo do Ceará não cumpriu o acordo com a categoria, no qual cinco pontos foram exigidos, mas apenas dois teriam sido cumpridos. A principal reivindicação do grupo é sobre a realização de concurso público.

O governador Cid Gomes afirmou, durante entrega de viaturas no Centro de Eventos do Ceará, na última segunda-feira, 22, que o acordo "está sendo cumprido". Segundo o governante, apenas duas questões da pauta da categoria estariam pendentes: realização de concurso e construção de uma unidade em Itapipoca.

Redação O POVO Online

TAGS