PUBLICIDADE
Notícias

Prefeitura de Fortaleza lança novo conjunto habitacional

Serão construídos postos de saúde e escolas, além disso, a Prefeitura organizará as linhas de ônibus para beneficiar quase cinco mil unidades habitacionais

16:01 | 19/08/2014
NULL
NULL

Na manhã desta terça-feira, 19, o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, assinou a órdem de serviço para o conjunto residencial Alameda das Palmeiras, que será construído na Regional VI, no bairro Pedras. A entrega do conjunto deve ocorrer em fevereiro de 2016.

A escolha das famílias será com base no cadastro de programas habitacionais. Depois de contempladas, elas terão acompanhamento do trabalho social da Fundação de Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor).

O projeto tem um investimento de 350 milhões e 4.992 unidades habitacionais serão contempladas com a ação. A Habitafor será o órgão responsável para executar a obra.

O financiamento para erguer o conjunto será do Banco do Brasil, por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida, Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) e aporte da Prefeitura de Fortaleza. Já estão cadastradas 115 mil pessoas.

Em publicação no site da Prefeitura de Fortaleza, o órgão disse que 26 unidades serão finalizadas por dia. A secretária executiva da Habitafor, Olinda Marques, informa que "essa é uma metodologia asiática, que adota o estilo modular de parede de concreto, em que, no próprio local, é construído uma usina de concreto, possibilitando a cura do concreto no mesmo dia e, com isso, maior celeridade nas obras".

A presidente da Habitafor, Eliana Gomes, ainda afirma que serão construídos postos de saúde escolas e organizará as linhas de ônibus no local. “além das unidades habitacionais, serão disponibilizados à população três centro de educação infantil, três escolas de ensino fundamental, uma escola de ensino médio, uma posto de saúde, uma Centro de Referência Social e a readequação de linhas de transportes públicos, buscando também parcerias privadas para possibilitar acesso a outros serviços à população”.

Roberto Cláudio lembra que a entrega das casas será feita de forma democrática. "É através de um grande sorteio público que haverá a definição das famílias que ocuparão essa novas unidades. Partes dessas unidades irão para famílias que estão sendo desapropriadas na cidade por algumas intervenções, mas o maior número dessas será objeto de um grande sorteio público para todos aqueles que estejam efetivamente cumprindo o critério de zero a três salários mínimos de renda familiar e se inscreveram no projeto".

Para se cadastrar nos projetos de Habitação Popular da Prefeitura, entre no site do órgão e tire suas dúvias.

 

Redação O POVO Online

TAGS