PUBLICIDADE
Notícias

Estudante que salvou pacientes de incêndio é homenageado nesta segunda

O estudante, em agosto de 1959, salvou vários paciente de um incêndio na então Casa de Saúde César Cals

12:57 | 11/08/2014
NULL
NULL

Foi homenageado na manhã desta segunda-feira, 11, o estudante João Nogueira Jucá, que em agosto de 1959 ajudou a salvar pacientes de um incêndio na então Casa de Saúde César Cals.

A data é tradicionalmente celebrada há 19 anos, no aniversário de sua morte. Uma missa foi realizada na capela do Hospital Geral César Cals e uma solenidade cívica na Praça da Lagoinha, onde se encontra o busto de João Nogueira Jucá.

No evento, além de João Nogueira Jucá, foram homenageados com o certificado de amigos dos Bombeiros o oncologista Luís Porto, diretor do Comitê Estadual de Controle do Câncer;  Vladimir Távora, presidente da Academia Cearense de Medicina e o Médico Eliezer Arrais, diretor geral do Hospital César Cals.

Estiveram presentes na cerimônia o sobrinho e o sobrinho-neto do homenageado, João Jucá e João Jucá Filho.


"O ato de bravura dele é motivo de orgulho. Tenho orgulho de levar o seu mesmo nome. Ele é um exemplo do verdadeiro cristão, não mediu esforços para ajudar pessoas quem nem conhecia", afirmou o sobrinho do homenageado, João Jucá.

História
João Nogueira Jucá, na época com 17 anos, voltava de uma aula de halterofilismo quando passou próximo à Casa de Saúde César Cals e percebeu um incêndio causado pela explosão de um depósito de éter.
O estudante enfrentou o incêndio e tirou o maior número possível de paciente do interior do prédio. Quando estava dentro do hospital retirando mais uma vítima, João Nogueira foi atingido pela explosão de um tubo de éter. Após 11 dias internado, João Nogueira faleceu juntamente com mais 25 pessoas no incêndio.

Condecorações
De lá pra cá, João Nogueira já foi homenageado várias vezes. Tornou-se 1º bombeiro honorário do Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará; Deu nome a medalha que homenageia atos de bravura; recebeu um busto em sua homenagem na Praça da Lagoinha; entre outros.

 

Redação O POVO Online com informações do repórter Lucas Mota

TAGS