PUBLICIDADE
Notícias

Ceará tem 3° menor índice de perdas de água, aponta Trata Brasil

Somente 40% dos estados brasileiros apresentaram, em 2010, índices de perdas de faturamento inferiores ao nível médio das perdas nacionais, conforme o estudo

13:47 | 27/08/2014
NULL
NULL
O Ceará ficou em 3° lugar entre os estados do Brasil com menor índice no quesito perda de água, aponta o estudo do assunto publicado pelo Instituto Trata Brasil, nesta quarta-feira, 27. Índice corresponde as perdas de faturamento das empresas operadoras com vazamentos, roubos e ligações clandestinas, falta de medição ou medições incorretas no consumo de água, em 2010.

Em primeiro lugar, com a menor perda de água, está o Mato Grosso do Sul, com 19, 65%, seguido do Paraná, com 21,09%. O Ceará obteve 21,76% e ficou na frente de Tocantins, com 21, 93% e Santa Catarina, com 22,03%.

[SAIBAMAIS 1] Segundo o levantamento, Amapá (74,16%), Alagoas (65,87%), Roraima (64,29%), Maranhão (63,98%), Acre (62,78%), Amazonas (58,37%), Pernambuco (56,83%), Rondônia (54,81%) e Sergipe (51,63%) foram os estados com perdas de faturamento de água acima dos 50%, ou seja, as empresas conseguem receber por menos da metade da água produzida.

Avaliação
O estudo utilizou informações sobre os serviços de abastecimento de água em 4.926 municípios brasileiros, dos quais 333 na região norte (7%), 1584 na região nordeste (32%), 417 na região centro-oeste (8%), 1505 na região sudeste (31%) e 1087 na região sul (22%).

Em 2010, o instituto aponta que a média brasileira de perdas de faturamento era igual a 37,57%, com média de 51,55% na região Norte; 44,93% na região Nordeste; 32,59% na região Centro-Oeste; 35,19% na região Sudeste; e 32,29% na região Sul.

Resultados

Somente 40% dos estados brasileiros apresentaram, em 2010, índices de perdas de faturamento inferiores ao nível médio das perdas nacionais, conforme o levantamento. São eles: Tocantins (21,93%), Ceará (21,76%), Bahia (30,27%), Paraíba (36,79%), Mato Grosso do Sul (19,65%), Goiás (31,29%), Minas Gerais (29,15%), Espírito Santo (27,15%) e São Paulo (32,55%), e dois da região Sul, Paraná (21,09%) e Santa Catarina (22,03%).

Serviço
Estudo completo "Perdas de Água" no link.

Redação O POVO Online

TAGS