PUBLICIDADE
Notícias

Torcedores são roubados antes de entrar no Castelão

Algumas pessoas estavam em camarote do estádio e tiveram ingressos furtados. Parte do grupo conseguiu entrar no 2° tempo com oficial de Justiça

16:46 | 04/07/2014
NULL
NULL

19h10min

Com o fim do jogo, cerca de 20 torcedores que estavam com o documento de identidade conseguiram entrar no estádio com um oficial de Justiça. Outra parte, mesmo com a identidade ainda aguardava no Juizado do Torcedor, conforme apuração do O POVO.

18 horas

O Cômite Organizador Local afirmou que a ordem é retirar do estádio as pessoas que estão sentadas em cadeiras de ingresso roubado. Cerca de 50 pessoas tiveram o ingresso roubado na Arena Castelão, minutos antes do jogo entre Brasil e Colômbia, em Fortaleza, pelas quartas de final da Copa do Mundo.

17h30min

A organização do evento anota os nomes dos torcedores roubados para conferir quem está sentado nos locais. Até o momento, ninguém conseguiu entrar e o Choque fez um cordão de isolamento no local. Muitas pessoas informaram que foram roubadas dentro do Castelão, até mesmo no stand da BudWeiser, conforme apuração do O POVO.

"Isso é um absurdo! Estávamos em um lugar que a Fifa organizou para os torcedores se divertirem e consumirem produtos. Meu namorado foi pegar uma cerveja e quando voltou já não tinha mais ingressos no bolso dele", disse chorando a advogada Fernanda Viola, de 32 anos, que mora em Vitória (ES).

17h15min 

Um representante da Fifa agora pediu para o grupo fazer uma fila para entrar ao local e verificar os assentos. Mesmo assim, não há previsão de quando eles poderão entrar ao jogo, que já iniciou.

16h45min

Segundo apuração do O POVO, as liminares para reimpressão foram indeferidas e os torcedores serão ressarcidos. Com a decisão, o grupo tentou avançar pelo acesso da imprensa e foi contido. Policiais do Choque foram ao local.

[FOTO2]

 

 

 

 

 

 

 

 

Veja vídeo:

[VIDEO1] 

[VIDEO2] 

16h30min

O grupo agora tenta reimpressão dos ingressos com o Juizado no estádio, no entanto, Fifa não acatou a decisão, conforme O POVO apurou.

Segundo apuração da reportagem, os torcedores não sabem quando foram roubados. “Houve um tumulto quando o Vesgo [do Pânico] passou pelo local,eu acho que foi nessa hora que levaram meu ingresso e minha carteira”, explica Raul Galhardi, repórter do núcleo de política do O POVO, que também tenta entrar no estádio.

De acordo com Raul, os torcedores fizeram um Boletim de Ocorrência (B.O.) coletivo para ser entregue ao defensor público do Juizado do Torcedor. A juíza Maria Silvestre acredita que o grupo não conseguirá entrar, pois em nenhum dos jogos a Fifa autorizou a reimpressão e preferiu pagar a multa prevista.

“O que foi passado é que nós teremos o dinheiro ressarcido, mas, qual o objetivo então de um ingresso nominal? A gente queria entrar para ver as pessoas que estão no assento, mas não fomos autorizados”. Cerca de dez policiais militares chegaram ao local onde os torcedores roubados estão.

Redação O POVO Online

TAGS