PUBLICIDADE
Notícias

Neymar está fora da Copa do Mundo 2014 após levar joelhada em campo

O atacante teve uma fratura na apófice da vértebra lombar L3. Lesão é gravíssima. Confederação Brasileira de Futebol confirmou que ele está fora do Mundial

20:15 | 04/07/2014
NULL
NULL

Atualizada às 21h50min

Neymar foi levado da Arena Castelão em uma maca, no fim do jogo entre Brasil e Colômbia, na noite desta sexta-feira, 4. O atacante está no Hospital São Carlos, na avenida Pontes Vieira, e, de acordo com fontes, teve uma fratura na apófise da vértebra lombar L3. A Confederação Brasileira de Futebol confirmou que ele está fora da Copa do Mundo 2014.

A lesão é muito grave e o tratamento é com corticóides e anestésicos, ainda conforme a fonte. Ele realizou exames de imagem no São Carlos após levar joelhada do colombiano Zúñiga, que o atingiu nas costas. Ainda em campo, ele mostrou sinais de muita dor. O atacante saiu do hospital por volta das 21h10min.

>> Imagens de Neymar no momento da lesão

De acordo com o departamento médico da CBF, o caso não é cirúrgico, mas o jogador não irá se recuperar a tempo de continuar no Mundial. O médico Rodrigo Lasmar explicou que o exame de tomografia mostrou uma fratura na terceira vértebra lombar.

"Não é uma fratura grave, não precisa de um grande tratamento. Mas ele vai precisar imobilizar, colocar uma cinta lombar. Infelizmente, não vai poder jogar (a Copa). Ele não vai conseguir se recuperar em uma semana. Mas a nossa expectativa é de uma consolidação futura da lesão. São algumas semanas para ter uma recuperação total dos movimentos", completa.

>> Médico explica lesão que 'amassou vértebra' e tirou Neymar da Copa

Veja o vídeo do jogador chegando ao posto médico:

[VIDEO1]

[SAIBAMAIS 3] Nesta semana, o jogador participou de apenas de um treinamento na Granja Comary. Com dores no joelho direito e na coxa direita, ele foi preservado. Contra o Chile, Neymar levou pancadas nesses locais.

Ainda nesta sexta-feira, os médicos do Brasil deverão se pronunciar sobre a situação do jogador, que preocupa para o confronto da semifinal diante da Alemanha, terça-feira, em Belo Horizonte.

Redação O POVO Online
 

TAGS