PUBLICIDADE
Notícias

Morre o publicitário cearense Xyco Theophilo

Considerado um dos grandes nomes da publicidade cearense, Xyco tinha 67 anos e morreu na tarde deste sábado de choque séptico

17:12 | 19/07/2014
Morreu na tarde deste sábado, 19, o publicitário cearense Xyco Theophilo, aos 67 anos. Considerado um dos ícones da publicidade cearense, Xyco morreu de choque séptico, no hospital São José, onde estava internado desde o incício da semana. Ele era dono agência Terraço.

Cadeirante, ele lutava pelos direitos das pessoas com deficiências e foi um dos fundadores da Onedef (Organização Nacional de Entidades de Deficientes Físicos).

"Xyco era muito vivido. Ele foi a única pessoa que eu vi fazer um avião esperá-lo. Ele dizia que ainda iria surfar no Havaí, antes de morrer. Em suas palestras, Xyco costumava dizer que era jornalista por formação, publicitário por vocação e empresário por descuído", disse o amigo Marcilio Midia, que trabalho com o publicitário durante 28 anos.

Amigo de infância dos filhos de Xyco, o pastor evangélico Jônatas Cavalcante, 37, também lamenta a perda do publicitário. “A garra, a perseverança, o entusiasmo do ‘seu Xyco’ sempre foram agentes motivadores em minha vida. Ele superou limites em uma cadeira de rodas. Limites sociais, profissionais e espirituais”, conta. Jônatas conta ainda que sempre quis trabalhar ao lado de Xyco. “Infelizmente ficou apenas no sonho. Apesar de ser ensinado por horas em sua própria casa”, relata.

Xyco Theophilo deixa esposa, quatro filhos e quatro netos, além de vários amigos. O velório está marcado para o início da noite deste sábado, 19, na Funerária Ternura. O enterro será no domingo, 20, no Cemitério Parque da Paz.

Redação O POVO Online   

TAGS