PUBLICIDADE
Notícias

Policial Militar é baleado em tentativa de assalto em Maracanaú

Cláudio Roberto Pereira de Lima foi atingido no ombro e encaminhado ao IJF, em Fortaleza. A vítima está estável, conforme informações do hospital

13:12 | 10/06/2014

Atualizado às 14h40min

Mais uma ação contra policial foi registrada na manhã desta terça-feira, 10, dessa vez no município de Maracanaú, a 24,6 km de Fortaleza. O cabo da PM foi identificado como Cláudio Roberto Pereira de Lima, da 2ª Cia do 14º Batalhão da Polícia Militar (BPM) de Maranguape, foi baleado próximo a uma funerária no Centro da cidade, na Região Metropolitana. Ele estava à paisana.

Segundo informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o policial recebeu atendimento médico e está estável. A Polícia informou que um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) transferiu o policial para o Instituto Doutor José Frota (IJF).

Um dos acusados do crime já foi identificado e está sob custódia. O tenente-coronel Fernando Albano, relações públicas da PM, informou que o acusado foi baleado e fugiu para receber atendimento em um hospital de Caucaia. Ele teria dito ao hospital que foi baleado em um assalto, mas com ele foram apreenidas duas armas, inclusive a pistola do cabo Cláudio, uma pistola 380.

O Comando de Policiamento Metropolitano (CPM) informou que a POlícia ainda realiza buscas na região para tentar encontra outros envolvidos. Segundo o coronel Francisco Martins, do IJF, o policial foi atingido com três tiros no ombro, mas passa bem e está em observação.

Ações
Este foi o 7° caso de violência contra policial nas últimas semanas. No último dia 30 de maio, o major Océlio Atanásio foi baleado no bairro Tancredo Neves, quando também estava à paisana, em um mercadinho da região. Na ação, um homem identificado como Jonatan Ferreira da Silva, 27 anos, foi baleado e morreu no local.

No dia 27 de maio, o soldado Oliveira, do Batalhão Comunitário de Messejana, foi abordado por quatro homens armados, enquanto lavava o carro em frente à casa onde mora. Dia 20 de maio, o policial militar Paulo Henrique de Farias Nobre foi morto ao reagir a um assalto no Conjunto Ceará. Na ocasião, a esposa do militar foi baleada.

Na quinta-feira, 22 de maio, o subtenente Raimundo Arruda Melo foi baleado em assalto enquanto trocava o pneu do carro, na rua Germano Franck, na Parangaba. Na quarta-feira, 21 de maio, o soldado Arlindo Gomes da Silva foi atingido na cabeça, no tórax e na região do quadril no bairro Jóquei Clube.

Redação O POVO Online

TAGS