PUBLICIDADE
Notícias

Assaltante é morto por policial após tentativa de assalto

Essa é a segunda ação contra policial registrada nesta terça-feira, 10

15:52 | 10/06/2014

Atualizada às 16h43

Um assaltante foi morto durante uma tentativa de assalto a um soldado da Ronda de Ações Intensivas e Ostensivas (Raio), nesta terça-feira, 10. O policial, que estava à paisana, reagiu e baleou o bandido, que não resistiu aos ferimentos, segundo o tenente-coronel Francisco Souto, comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar (BPM). Essa é a segunda ação contra policial registrada nesta terça.

O caso ocorreu na rua Jaime Benévolo, no bairro José Bonifácio. Segundo o major Márcio Oliveira, comandante do Raio, o soldado que baleou o assaltante se apresentou ao 4º Distrito Policial (DP) para prestar esclarecimentos. O policial não ficou ferido.

De acordo com o tenente-coronel Fernando Albano, assessor de comunicação da PM, caso seja confirmado à morte do assaltante, o soldado deve responder um processo administrativo ou criminal. Porém, será realizada a devida apuração sobre o fato. Segundo o militar, o processo não significaria a condenação do policial. Já a investigação seria realizada pela Polícia junto ao poder Judiciário.

PM baleado em Maracanaú nesta terça
Um cabo da PM foi baleado durante uma tentativa de assalto na manhã desta terça-feira, 10, em Maracanaú. O policial está internado no Instituto Dr. José Frota (IJF) e seu estado de saúde é estável.

Ações contra policiais
Com as duas ocorrências registradas nesta terça, chega a oito o número de casos de violência contra policiais nas últimas semanas. No último dia 30 de maio, o major Océlio Atanásio foi baleado no bairro Tancredo Neves, quando também estava à paisana, em um mercadinho da região. Na ação, um homem identificado como Jonatan Ferreira da Silva, 27 anos, foi baleado e morreu no local.

No dia 27 de maio, o soldado Oliveira, do Batalhão Comunitário de Messejana, foi abordado por quatro homens armados, enquanto lavava o carro em frente à casa onde mora. Dia 20 de maio, o policial militar Paulo Henrique de Farias Nobre foi morto ao reagir a um assalto no Conjunto Ceará. Na ocasião, a esposa do militar foi baleada.

Na quinta-feira, 22 de maio, o subtenente Raimundo Arruda Melo foi baleado em assalto enquanto trocava o pneu do carro, na rua Germano Franck, na Parangaba. Na quarta-feira, 21 de maio, o soldado Arlindo Gomes da Silva foi atingido na cabeça, no tórax e na região do quadril no bairro Jóquei Clube.

Redação O POVO Online

TAGS