PUBLICIDADE
Notícias

Após confronto com a Polícia, manifestantes se dispersam no entorno do Castelão

Grupo de manifestantes saiu da concentração, no Makro, e foi em direção ao Castelão, pela avenida Alberto Craveiro. A Polícia reagiu com bombas para dispersar o protesto

11:05 | 17/06/2014
NULL
NULL

18h25min

Os adolescentes foram encaminhados para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), no bairro São Geraldo. 

17h05min

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que na verdade 30 manifestantes foram detidos nesta terça-feira, 17. Desses, 11 são adolescentes e 19 são adultos.

Manifestação foi dispersada.

>> Confira fotos da manifestação contra a Copa no entorno do Castelão

15h10min

A Polícia informou que dez pessoas foram detidas, nove adultos e um adolescente. Eles não informaram para qual delegacia os jovens serão levados. Algumas casas da comunidade são revistadas por policiais, mas não há mais confronto e a ação voltou a ser pacífica.

As ruas no entorno estão liberadas.

15 horas

Manifestação foi praticamente toda dispersada. Alguns manifestantes correram para dentro das comunidades vizinhas. Polícia mandou oito jovens sentarem na calçada e após verificar antecedentes criminais liberou o grupo.

 14h50min

Polícia avançou e os manifestantes correm no sentido interior da BR-116. Alguns manifestantes jogaram pedras mas ação policial foi ostensiva, com gás lacrimogênio e bombas.

Agora, policiais do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) se reagrupam na BR.

14h40min

O Caminhão de Controle de Distúrbios Civis da Polícia evacuou os manifestantes da Alberto Craveiro. A avenida foi liberada e agora o trânsito flui.

Manifestantes foram para o outro lado da BR-116.

[FOTO3]

 

 

 

 

 

 


 

14h35min

A Polícia começou a atirar bombas de gás lacrimogênio no sentido da BR-116, onde os manifestantes estavam. Torcedores estão aplaudindo  a ação policial. Os manifestantes correram e já estão na altura da rodovia.

Um caminhão do 

14h25min

Os manifestantes seguem agora para a Alberto Craveiro, no sentido da BR-116. O pqueno grupo que havia feito a a linha de pedras também acompanha o protesto. Cerca de 10 policiais em motocicletas, que estavam na barreira, acompanham os manifestantes.

O clima ainda é pacífico.

14h10min

Os objetivos também são diversos, algumas pessoas falam em levante contra a Polícia. Outros afirmam que o protesto é principalmente por  melhores condições de trabalho, contra os gastos com a Copa do Mundo e contra a remoção das comunidades da Via Expressa para a implantação do Veículo Leve sob Trilhos (VLT) - obra de mobilidade da Copa. Nas palavras de ordem, são desferidos xingamentos à presidente Dilma Rousseff.

14h05min

Neste momento, os manifestantes continuam atrás da barreira policial. Muitos torcedores ainda passam pelo local e alguns são hostilizados pelo grupo de manifestantes.

Participam também da manifestação diversos trabalhadores de movimentos sociais, como os ligados à Central Sindical e Popular (CSP-Conlutas. Essa parte do grupo se dirige ao viaduto da Alberto Craveiro e se dispersa.

Próximo à barreira policial, um grupo pequeno fez uma linha de pedras e ameaça jogar. Os torcedores passam pelo local abaixados.

14 horas

Ônibus da seleção brasileira acabou de passar pela avenida Aguanambi e segue em direção ao Castelão.

13h35min

O grupo de manifestantes saiu da concentração, no Makro, e caminha em direção ao Castelão, pela avenida Alberto Craveiro. O protesto está pacífico. A PM acompanha toda a movimentação. Os manifestantes vaiam torcedores brasileiros que passam pelo protesto e fazem festa para a torcida mexicana.  

13h15min

Um grupo de cerca de 200 manifestantes já se concentram nas próximidades do hipermercado Makro, próximo à via que dá acesso ao Castelão. O evento no Facebook "Chega de Circo! Brasil X México" foi marcado para as 11h30min desta terça-feira.  Na página, a população é convocada a "comemorar um ano de Movimento", referindo-se à manifestação realizada em 2013, no local, durante a Copa das Confederações.

A Polícia Militar está acompanhando o movimento dos manifestantes.  Na página do protesto no Facebook, mais de duas mil pessoas confirmaram participação.

12h45min

A avenida Raul  Barbosa começa a ficar com o trânsito mais intenso em direção ao Castelão. Os torcedores brasileiros e Mexicanos começam a chegar e fazem festa no Castelão.

 Veja imagens do local em tempo real

11 horas

O jogo de hoje, entre Brasil e México no Castelão, será às 16 horas, mas já tem torcedor se dirigindo ao estádio. Na avenida Alberto Craveiro, um dos acessos à Arena, o trânsito, no fim da manhã desta terça-feira, está tranquilo. O que já causa um pouco de congestionamento na chegada ao estádio são os táxis e carros particulares tentando furar os bloqueios da Fifa.

Desde as 10 horas, os bolsões de estacionamento estão funcionando (ver quadro). O transporte nas linhas é gratuito mediante apresentação do ingresso da partida. O embarque de volta deve ser feito pelo mesmo lugar de desembarque.
[FOTO2]

 

 

 

 

 

 

 

 

[SAIBAMAIS5] Jogo
A seleção brasileira volta hoje ao lugar onde começou a atual história dessa equipe. Foi no dia 19 de junho de 2013, também contra o México, durante a Copa das Confederações, os torcedores no Castelão ignoraram o protocolo da Fifa, que reserva só 50 segundos para o Hino Nacional, e continuaram cantando. Jogadores ficaram emocionados e eletrizados. Com menos de 10 minutos, o Brasil já vencia.

Para a partida de hoje, Thiago Silva, capitão da Equipe, gravou vídeo com David Luiz, no qual pedem que o público cante o hino abraçado, como os jogadores. A deixa para o torcedor voltar a fazer história em Fortaleza.

Redação O POVO online com informações
dos repórteres Ana Flávia Gomes e Carlos Mazza

TAGS