PUBLICIDADE
Notícias

Polícia prende quadrilha de matogrossenses na Praia do Futuro

Produtos encontrados com o grupo podem chegar a um milhão de reais

11:23 | 23/05/2014

A Polícia Militar do Ceará prendeu, nessa quinta-feira, 22, uma quadrilha de matogrossenses em um apartamento na rua Gerôncio Brígido Neto, na Praia do Futuro. Segundo a Polícia, a soma dos produtos encontrados com o bando pode chegar a um milhão de reais.

De acordo com a Polícia, o bando era formado por quatro homens: Robson Alexandre da Silva, o "Cearazinho", Bruno Renerson Nascimento Pereira, o "Ramister", Hericson Alves Guimarães, conhecido como "Galo Seco", que responde processo no Mato Grosso do Sul por latrocínio, e Douglas de Almeida Santana.

Segundo a Polícia, eles chegaram à Fortaleza na sexta-feira, 16, e alugaram o apartamento por 15 dias. Ainda de acordo com informações da Polícia, com os mato-grossenses foram encontrados R$33 mil, uma pistola nove milímetros, um revólver calibre 38, 57 relógios importados, 103 joias, 43 semi-joias, 21 notebooks, 32 tablets, 24 câmeras fotográficas, 11 aparelhos GPS e 97 celulares. O material teria sido resultado de dois assaltos realizados na última quarta-feira, 21, a uma joalheria na avenida Washington Soares e a um hipermercado na avenida Aguanambi.

O delegado adjunto da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), Eduardo Tomé, afirma que "a Polícia investiga a possibilidade de que o grupo estaria preparando um ataque contra instituições financeiras."

Os homens foram conduzidos à DRF, onde foram autuados por roubo qualificado, associação criminosa, e porte ilegal de armas de fogo. Robson e Bruno também foram autuados por usarem carteiras de identidade falsas.

Redação O POVO Online

TAGS