PUBLICIDADE
Notícias

Vídeo: Ex-PM é preso durante manifestação em solenidade do Governo do Estado

10:58 | 10/04/2014
NULL
NULL

Atualizado às 14h50min

Um ex-policial militar (PM) foi preso por desacato durante manifestação em solenidade de lançamento do novo Programa de Segurança do Estado, na manhã desta quinta-feira, 10, no Centro de Profissionalização para Pessoas com Deficiência, na Barra do Ceará. Estavam presentes no evento, o governador Cid Gomes (Pros), o  secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Servilho Paiva, e a cúpula da PM.

O ex-policial, identificado apenas como Alberto, estava protestando com um grupo de cerca de 20 PMs, contra a demissão de dez colegas de profissão, quando teria cometido o crime de desacato. Ele foi levado do local por homens do Batalhão de Policiamento de Choque (BPchoque).

O vereador capitão Wagner (PR) tentou mediar para evitar que o ex-policial fosse levado em viatura do Batalhão de Choque, mas não conseguiu reverter a situação. O ex-policial foi levado para o 10º Distrito Policial (DP), onde prestou esclarecimentos e foi liberado.

Seundo apurou o Blog do Eliomar, esse ex-policial fazia parte de um grupo de ex-PMs expulsos por terem participado, no fim de 2011 e começo de 2012, de uma greve da categoria que conseguiu para a Corporação em vários municípios e, em especial, Fortaleza. O fato gerou onda de pânico na época e fez o Governo do Estado convocar Força Federal.

Em nota, o vereador Capitão Wagner (PR) criticou o ocorrido durante o protesto, segundo ele, “legítimo e pacífico de cinco militares demitidos irregularmente”. “O Secretário de Segurança tinha meu respeito, mas hoje se comportou como menino de recado”, disse, na nota, o vereador.  Wagner acusou o secretário também de “mentir diariamente para o povo dizendo que a situação está sob controle”.
“Despreparado, passou seis meses pra implantar essa gratificação e ainda fez tudo errado. Meus sentimentos aos cidadãos do Ceará que devem conviver com tanta incompetência até 31 de Dezembro”, completou a nota o vereador Capitão Wagner.

O POVO Online tentou contato com o celular da Coordenadora de Comunicação da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), que se encontra no evento, mas as ligações não foram atendidas. No telefone fixo do órgão, a assessoria atendeu, mas, sem informações sobre o ocorrido, ficou de apurar e dar um retorno à reportagem.

Veja vídeo:

[VIDEO1] 

Redação O POVO Online com informações da repórter Sara Oliveira

TAGS