PUBLICIDADE
Notícias

Oi lidera ranking de reclamações do Procon Fortaleza em 2013

Telefonia, bancos, empresas de eletrodomésticos e eletroeletrônicos e concessionárias de serviços públicos foram serviços mais reclamados

09:13 | 02/04/2014
NULL
NULL

A empresa Oi apresentou maior número de reclamações ao Procon Fortaleza no ano de 2013, segundo dados do Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec) do Ministério da Justiça, divulgados nesta terça-feira, 1°. Foram 461 registros contra a empresa de telefonia, seguidos de 133 do Itaú, e de 124 do Bradesco.

 Conforme maior número de reclamações, estão ainda os seguintes fornecedores: Máquina de Vendas - Grupo Ricardo Eletro / Insinuante / Eletroshopping / City Lar (109); Claro / Embratel (99); Cagece (98); CCE / Digibras / Lenovo (97); Rabelo (88); Dricos Móveis e Eletrodomésticos - Rabelo (77); e Santander (76).

 Foram registrados 22.094 atendimentos em 2013 no Procon Fortaleza, ainda conforme o Sindec. Desses, 4.683 foram de reclamações fundamentadas que originaram processos administrativos internos com acompanhamento e orientação jurídica. Das fundamentadas, 74% foram atendidas (3.455) e 26% foram não atendidas (1.228).

 Segundo o Procon Fortaleza, 59,97% dos atendimentos são às mulheres, enquanto que os atendimentos aos homens somam 40,03%. No caso da faixa etária das pessoas atendidas, a que mais procura atendimento no Procon é a que varia de 31 a 40 anos (25,03%). Em seguida está a faixa entre 41 e 50 anos (21,56%) e, em terceiro, os consumidores jovens entre 21 e 30 anos (20,22%).

 Mais reclamadas
Das dez empresas mais reclamadas, o banco Panamericano foi o com maior percentual de reclamações não atendidas, com 64%. Dessas reclamações não atendidas, também figuram o banco BMG (60%); Caixa Econômica Federal (48,57%); GVT (46,51%); Itaú (45,11%); Santander (44,74%); Bradesco (41,73%); Nokia (33,33%); Tecno Indústria e Comércio de Computadores Ltda - Ibyte. (32,61%); e Estácio-FIC Moreira Campos (32,14%).

 Como denunciar
O Procon Fortaleza recebe denúncias e reclamações na sede do órgão, localizado na rua Major Facundo, 869, no bairro Centro, ou através do site. Informações e dúvidas sobre o Código de Defesa do Consumidor podem ser resolvidas pela central 151.

 Ranking Completo
Disponível em http://www.fortaleza.ce.gov.br/sites/default/files/fundamentadas-2013.pdf

Redação O POVO Online com informações do Procon

TAGS