PUBLICIDADE
Notícias

Mulher é assassinada com 16 tiros ao descer de ônibus no Canindezinho

15:45 | 28/04/2014

Uma mulher foi assassinada com 16 tiros quando descia de um ônibus na manhã desta segunda-feira, 28. O crime ocorreu na avenida Cônego de Castro, próximo a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), localizada no bairro Canindezinho. Um casal é suspeito de ter cometido o homicídio.

A vítima, identificada como Luciene de Santana Nunes, 23 anos, desceu do coletivo na avenida e foi alvejada com vários tiros por uma dupla em um veículo caracterizado de mototáxi. Os suspeitos são um homem e uma mulher.
De acordo com informações da Polícia Militar (PM), Luciene seria amante do homem suspeito de matá-la. Após os disparos contra a vítima, ela foi levada a UPA próxima do local, mas não resistiu aos ferimentos.

De acordo com informações da Unidade, repassadas ao O POVO Online pela PM, a mulher sofreu 16 perfurações à bala. Mais duas pessoas ficaram feridas pelos disparos da dupla: Luis Marianos Lins, 61 anos, e Roberto Fernandes Martins, 60. Os dois estavam em uma parada de ônibus, quando foram atingidos.

Segundo a PM, o crime teria sido cometido por motivo passional. A placa da motocicleta não foi anotada. O caso será investigado pela Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).

Redação O POVO Online

TAGS