PUBLICIDADE
Notícias

Campanha incentiva o fim da esmola a crianças em situação de rua

"O objetivo é sensibilizar a população e o poder público para não dar esmola à criança em situação de rua", diz o promotor Edson Landim

16:25 | 14/04/2014
NULL
NULL

O Ministério Público organizará a 7ª edição da campanha “Não dê esmola a criança em situação de rua” para o dia 17 de maio. Antes da ocasião, o órgão promove atividades de conscientização sobre o tema.

O POVO Online conversou com o promotor Edson Landim, um dos defensores dessa ideia, que falou sobre a campanha. "O objetivo é sensibilizar a população e o poder público para não dar esmola à criança em situação de rua", diz Landim.

O promotor acredita que a esmola não ajuda em nada a criança. Segundo Landim, a campanha, que existe desde 2000, espera conscientizar a população e os órgãos públicos sobre a garantia dos direitos fundamentais da criança e do adolescente.

"A esmola não garante o futuro de uma criança que está na rua vulnerável a sofrer violência física e moral. O que garante é escola de qualidade e tempo integral", afirma o promotor.

Atividades como panfletagem e bandeirada serão realizadas até o dia oficial da campanha, no próximo mês. Na última sexta-feira, 11, houve distribuição de panfletos com dez regras básicas para não dar esmola, em frente à Universidade Estadual do Ceará (Uece), no campus Itaperi.

Landim faz um alerta ao período da Copa do Mundo, quanto ao turismo sexual e o tráfico de pessoas. De acordo com o promotor, a campanha buscará prevenir que isso ocorra durante o mundial.

A próxima panfletagem ocorrerá no Terminal da Parangaba, dia 25 de abril.

Serviço
Lnçamento oficial da campanha “Não dê esmola a criança em situação de rua”
Quando: dia 17 de maio
Onde: Colégio Eudoro Correia (rua Júlio Braga, 101, Parangaba, vizinho à 2ª/5ª CIA), das 8 horas ao meio-dia.
Mais informações: (85) 3101.6128

Redação O POVO Online

TAGS