PUBLICIDADE
Notícias

Pelo menos 30 pessoas esperam por um vaga na UTI em Fortaleza

17:36 | 18/03/2014
Conseguir um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na rede pública de Fortaleza pode ser um problema a ser somado à vida do paciente que precisa da internação. A quantidade de leitos em Fortaleza não é suficiente para atender à demanda da população. Atualmente, existem 240 leitos e cerca de 30 pessoas doentes aguardando que um deles fique vago. 

Com câncer na laringe, pneumonia e insuficiência respiratória, Francisco Pinheiro de Oliveira, 77, é uma dessas pessoas. Ele está internado desde o último dia 10 no Hospital Distrital Gonzaguinha Barra do Ceará e ainda não conseguiu uma vaga.  Nesta terça-feira, 18, a família de Francisco entrou na Justiça com pedido de liminar, para que o Município atenda à necessidade do paciente e que ele tenha o tratamento recomendado. 

Todavia, enquanto a decisão não sai, ele vai ter de continuar aguardando, segundo Mozart Rolim, gerente do Complexo Integrado de Regulação da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). O caso de Franciso ilustra a dificuldade de conseguir leito nas UTIs de Fortaleza.  

Mozart reconhece a complicação e diz que o ideal é que houvesse, pelo menos, outros 100 leitos de UTI nos hospitais da rede pública da Capital. "É uma preocupação. Temos um plano municipal para que seja ampliada a oferta, mas ele ainda está em fase de aprovação. Esperamos que isto aconteça até o fim do ano", diz. 

O caso de Francisco 
Francisco é pai da professora de inglês Maria de Melo, que já lutou contra um câncer de mama. A nova dor veio seguida de outra preocupação: conseguir um leito de UTI. Antes de entrar com pedido de liminar, ela fala que já entrou com pedido na Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde Pública, mas até agora não recebeu retorno. 

Ao contrário, diz que tem sido vítima de descaso por parte do órgão. "Eu ligo todos os dias para lá, ficam me transferindo de um setor para outro, na última vez que liguei, um rapaz disse que iria reencaminhar o meu caso, mas eu sei que não é verdade. Já entreguei a Deus. Não tenho mais a quem pedir". 
 

Camila Holanda

TAGS