PUBLICIDADE
Notícias

Segurança nos ônibus será debatida por motoristas e cobradores nos terminais

17:55 | 18/02/2014

Uma comissão do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Ceará (Sintro) será organizada e vai passar pelos terminais de Fortaleza para debater com os trabalhadores sobre segurança nos coletivos, após os recentes casos de incêndios a ônibus em Fortaleza. De acordo com o diretor do Sintro, Tobias Brandão, a ação é de prevenção e não tem previsão de paralisação.

"Estamos organizando uma comissão com o objetivo de fazer uma prevenção. Queremos saber a opinião deles que convivem diretamente com a insegurança. A previsão não é paralisar", disse Tobias ao O POVO Online.

O diretor ressalta que a insegurança nos ônibus ficou mais evidente com os casos de incêndio, mas motoristas e cobradores já estavam sofrendo com ações criminosas antes dos atentados. "Estão cada vez mais frequentes ataques e ameaças durante assalto aos coletivos. Cobradores e motoristas são lesionados com golpes de faca, coronhada e tapa no rosto", relata Tobias.

Segundo o Sintro, não houve registro de trabalhadores feridos nos atentados contra os ônibus em Fortaleza.

Ônibus queimados

Desde domingo, 18, atentados contra ônibus são registrados em Fortaleza. Uma das hipóteses da Polícia é de que a série de atentados foi desencadeada em retaliação ao assassinato de um traficante em uma unidade prisional do Ceará.

Na última segunda-feira, 17, cinco ônibus foram alvos de ataques na Grande Fortaleza (quatro na Capital - nos bairros Conjunto Ceará, Jardim América e Siqueira - e um em Caucaia, na Região Metropolitana).

Nesta terça-feira, 18, dois ônibus foram atacados. Um caso foi registrado no bairro Edson Queiroz e outro no bairro Messejana.

Redação O POVO Online

TAGS