PUBLICIDADE
Notícias

Polícia prende cinco suspeitos de envolvimento em ataques a ônibus

19:16 | 18/02/2014

Chegou a cinco o número de presos pela Polícia, nesta terça-feira, 18, acusados de envolvimento no incêndio de coletivos nas últimas 48 horas na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

 Os acusados Carlos Darlly Oliveira da Silva, 29, e Francisco Yuri Teixeira Pinto, 18, que já haviam sido presos na madrugada desta segunda-feira, 17, se somaram ao suspeito Assis Nunes da Silva, conhecido como coroa, 48, preso nesta terça. Os outros dois acusados ainda não possuem identicação. O sexto suspeito morreu durante confronto com a Polícia.
[SAIBAMAIS 1]
Na tarde desta terça-feira, 18, o secretário de segurança, Servilho Paiva, apresentou, durante coletiva de imprensa na sede da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), uma operação de combate a crimes em ônibus e vans em Fortaleza chamado "Coletivo Seguro". A operação vai funcionar em áreas com maior número de ocorrências, onde se intensificará a abordagem policial através de revistas periódicas.

Em dois dias, oito ônibus foram incendiados completamente ou parcialmente nas ruas de Fortaleza e Regrião Metropolitana. A Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), responsável pela investigação nos ataques, trabalha com duas linhas de investigação após os atentados.

 A primeira é em razão da suposta participação de PMs em homicídio e ou com relação à morte do traficante Henrique "do Barroso", na Unidade Penal Agente Luciano Andrade Lima (Unidade Penal Agente Luciano Andrade Lima), em Itaitinga, no último domingo, 16.

Redação O POVO Online com informações da repórter Lusiana Freire

TAGS