PUBLICIDADE
Notícias

Adolescente de 13 anos é estuprada em casa

Acusado invadiu a casa da menina se passando por um funcionário da Cagece; após o abuso, fugiu levando objetos da residência

13:55 | 14/02/2014

Atualizada às 17:35

Um homem que fingiu ser funcionário da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) invadiu uma residência e estuprou uma adolescente de 13 anos, na manhã da última quinta-feira, 13, no Conjunto Almirante Tamandaré, em Fortaleza. Após o abuso, o acusado ainda roubou objetos da casa.

No momento da ação, por volta das 9h30min, a menina estava sozinha em casa e o acusado, após identificar-se como funcionários da Cagece, fez ameaças à garota com uma faca. Segundo informações da Polícia Civil, a mãe da jovem realizou a denúncia e um inquérito já foi instaurado pela Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dececa). Até o momento, não há informações sobre o suspeito, mas a Polícia realiza buscas.

A Dececa optou por não divulgar mais informações sobre o suspeito para não atrapalhar as investigações. Segundo o inspetor identificado apenas como Myagi, do 30° Distrito Policial, em que a ocorrência foi registrada, o suspeito fugiu de ônibus, levando televisão, notebook e tablet. 

Cagece diz que equipe não entra em imóveis sem adultos
Em nota, a Cagece disse que as equipes, geralmente, restringem seu acesso ao local do hidrômetro e não entram em “imóveis onde há apenas menores de idade”. Segundo a companhia, todas as equipes sempre estão devidamente fardadas e portam crachá de identificação.
A empresa orienta que os clientes peçam o documento de identidade dos funcionários e confiram com o crachá. Em caso de dúvida, os clientes podem conferir a identificação dos funcionários através do central de teleatendimento, pelo número 0800.275.0195.

[SAIBAMAIS 1] Abuso sexual
No último domingo, 9, um agricultor foi preso em Barreira acusado de violentar a filha de apenas cinco meses. Após exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML), a violência contra a bebê foi constatada. O pai da criança foi autuado em flagrante e está preso em Redenção.

Além deste, outros casos de abuso foram registrados no Ceará, em 2013. Em Jaguaribe, um pai foi preso por estuprar as duas filhas, de 7 e 9 anos. Em outra investigação no município, uma rede de exploração sexual infantil foi desarticulada.

Em Fortaleza, uma adolescente de 14 anos foi estuprada em um estacionamento de um supermercado, no último dia 2. Em janeiro, um ambulante foi preso por estuprar uma criança de 4 anos, na Praia do Futuro, e um empresário foi preso por abuso sexual de seis crianças, dentre elas a filha.

Redação O POVO Online

TAGS