PUBLICIDADE
Notícias

Número de mortes nas rodovias federais do Ceará aumenta em um ano

Foram contabilizados 3.736 acidentes com veículos nas BRs do Estado. A BR-116 é a rodovia com maior registro de acidentes - 1.677 no total.

18:39 | 25/01/2013
O número de mortes em acidentes de trânsito ocorridos nas rodovias federais que cortam o Ceará cresceu 4,4% em um ano, saltando de 227, em 2011, para 237, no ano passado, quando foi contabilizado um total de 3.736 acidentes com veículos nas BRs do Estado. Os dados são da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no Ceará.

Em comparação com o ano de 2010, houve uma redução de 14% no número de pessoas que morreram em acidentes nas rodovias cearenses. O número de feridos nos acidentes no ano passado totalizou 2.376.

A BR-116 é a rodovia com maior registro de acidentes - 1.677 no total. Em seguida vem a BR-222 (1.363 acidentes); BR-020 (593); BR-304 (92); BR-230 (9); BR-226 (2).

De acordo com a PRF, a urbanização das rodovias é um dos fatores que contribuem para o aumento de acidentes, principalmente atropelamentos e colisões traseiras.

Ainda segundo a PRF, a maior incidência de acidentes na BR-116 - com 546,7 km no trecho do Ceará - se deve ao fato de que a rodovia liga o Nordeste ao Sul do país, com tráfego intenso de veículo de cargas. O aumento da frota de veículos nos últimos anos também é apontado pela PRF como um fator que colabora na ocorrência de acidentes.

Para tentar diminuir os números, a PRF realiza trabalhos de fiscalização dos locais mais sujeitos a ocorrências violentas, além de atuar no melhoramento da infraestrutura das rodovias, como instalação de redutores de velocidade. Em 2012, houve redução de 15% no número de acidentes nos primeiros 10 quilômetros da BR-116, em comparação com o ano anterior, segundo a PRF.

Redação O POVO Online

TAGS