PUBLICIDADE
PUBLIEDITORIAL MeuLugarGuararapes

O tom certo da decoração

Arquitetos dão dicas preciosas sobre as principais novidades em decoração nesta temporada

19/12/2016 11:09:00

Cores, combinações, clássica ou moderna? As opções de decoração para um ambiente são tantas e com tendências tão específicas que, para não errar na escolha do projeto, o melhor é procurar a ajuda de um profissional. Confira as dicas de arquitetos sobre as principais novidades em decoração nesta temporada.

Cecília Nóbrega, arquiteta da Mix Arquitetura e Design, conta que atualmente a paleta de cores está mais amena, sutil e sofisticada, com meios tons. De acordo com a especialista, os dourados, com ou sem brilho, estão sendo usados em todas as áreas, e em todas as suas nuances, desde o escuro até os mais suaves, geralmente chamados de champanhe.

A profissional explica que os opostos também são tendência quando colocados em evidência, como claro e escuro, tradição e futuro, e também o retrofit, uma tendência europeia que resgata uma construção antiga, dando-lhe toques de modernidade. No entanto, para encontrar a melhor decoração, o ideal é entender os gostos do morador da residência.

“Cada cliente possui um estilo que o revela. Seja ele mais clássico, clássico-leve ou contemporâneo. Costumamos dizer que ele é o `objeto´ principal a ser trabalhado e pesquisado. Dessa forma, seguimos uma linha em que ele se identifica para que o resultado final seja satisfatório a todos”, comenta Cecília.

Comprar para decorar
Durante a compra de um imóvel, há alguns pontos importantes a observar quando se pensa em uma decoração que valoriza o ambiente, mas o principal deles é o espaço. O primeiro passo é observar, na planta do imóvel, se os espaços oferecidos irão atender às necessidades de seus moradores. Se há grande quantidade de móveis ou mesmo móveis muito grandes para ambientes que, no futuro lar, são pequenos, o melhor é evitar. Isso torna o ambiente cheio e dá a desagradável sensação de um espaço apertado.

“Não podemos esquecer que, em primeiro lugar, está a funcionalidade. Logo depois, pensamos na estética. A valorização de qualquer espaço se dá quando conseguimos chegar ao equilíbrio, atendendo a estética dentro dos limites da funcionalidade do imóvel”, destaca.

Fortaleza moderna
Das tendências de decoração, o que tem mais aceitação pelo público de Fortaleza é o estilo contemporâneo, com móveis residenciais urbanos, conta Dudu Vidal, arquiteto da Moura Dubeux Engenharia. O clássico, apesar de também ter adeptos, tem menos seguidores.

“Às vezes, quando projetamos numa linha contemporânea, pontuamos com alguns objetos `clássicos´, e o resultado é muito bom. O ambiente ganha mais personalidade, principalmente quando se destaca algum móvel ou objeto de família. A madeira, por exemplo, que nos remete ao aconchego, em comunhão com cores e materiais mais modernos, deixa o ambiente convidativo”, garante Dudu.

Com base nesse conceito, o empreendimento da Moura Dubeux, o Nature Condomínio, foi pensado e ambientado pelos sócios Dudu Vidal e Cecília Nóbrega. Lá os clientes têm a oportunidade de visitar um apartamento decorado com as tendências do mercado, onde todos os cômodos são apresentados com uma decoração que possibilita a pessoa se sentir em casa. É possível, inclusive, comprar este imóvel com a decoração completa.

O empreendimento também traz uma área de lazer completa com todo o espaço decorado para maior comodidade dos moradores, que podem realizar festas e reuniões para amigos e familiares. Além disso, os condôminos podem economizar tempo e dinheiro e desfrutar de conforto.

Na decoração moderna, o que está em alta, para o profissional, são dois conceitos-chave: a praticidade e equilíbrio. Dessa forma, os ambientes ficam mais clean, menos rebuscados, e são feitos a partir do uso de materiais práticos para manutenção, garantindo funcionalidade. “Materiais naturais, madeiras reflorestadas, ambientes menos `frios´ visualmente, e que ‘nos abraçam’ é o que está em alta”. No entanto, a principal dica dos profissionais é que cada espaço deve contar um pouco sobre o próprio morador, levando a máxima: “sua casa, sua cara”.
 

TAGS