Participamos do
Imagem destaque

Aplicativo oferece alternativa para economia de tempo nos supermercados

Criado há pouco mais de dois anos, o Mercadapp torna as compras em supermercado mais práticas. Serviço foi desenvolvido por empresa cearense
08:00 | Set. 13, 2018
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

[FOTO1] 

Com a rotina repleta de compromissos profissionais e pessoais, cada vez mais a sociedade sofre com a falta de tempo devido à sobrecarga e ao excesso de tarefas. Assim, é comum dizer que não há tempo para realizar atividades fora da rotina, prejudicando os momentos que poderiam ser aproveitados com a família e os amigos. Com aplicativos à palma da mão, a tecnologia pode ser uma aliada para tornar algumas dessas tarefas mais práticas. 

Foi depois de passarem mais de duas horas para comprar poucos itens em um supermercado que Larissa Lima, 22, e Gabriel Gurgueira, 25, perceberam a necessidade de estratégias para solucionar problemas como esse. Junto a Bruno Raniery, 25, os três criaram o Mercadapp, aplicativo cuja ideia é proporcionar ao cliente uma experiência de compra por meio do smartphone, mais rápida e cômoda do que uma visita ao supermercado. Dessa forma, segundo os desenvolvedores, as duas ou três horas que seriam gastas com deslocamento e filas podem ser mais bem aproveitadas.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"A ideia é esta: não indo para o supermercado, economizo duas horas e posso ir ao cinema ou a praia, por exemplo. [...] A questão é substituir uma atividade obrigatória no cotidiano, como o supermercado, por momentos mais felizes", afirma Larissa.

Praticidade

Para permitir uma compra mais rápida, uma das opções do aplicativo é salvar uma lista com os principais produtos comprados. "Normalmente, se faz supermercado e se compra mais ou menos os mesmos produtos, um produto ou outro varia. Então, a ideia é que a primeira compra vai ser rápida, mas a segunda compra, salvando uma lista, vai ser fantasticamente mais rápida”, afirma Gurgueira.

Além disso, em agosto de 2018, foi implementado o recurso que possibilita leitura de código de barras por meio da câmera fotográfica para identificar um produto. Ao finalizar o processo, o cliente agenda o horário de entrega, informa os dados e escolhe a forma de pagamento. O último passo é receber o pedido em casa no intervalo de tempo marcado.

Números

Lançado em maio de 2016 e disponível para iOS e Android gratuitamente, o Mercadapp foi desenvolvido durante a participação de Larissa e Gurgueira no Programa Educacional Brasileiro de Desenvolvimento para iOS (BEPiD) — atualmente intitulado Apple Developer Academy —, no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). Atualmente, o aplicativo conta com mais de 20 mil downloads e cerca de 3.500 clientes ativos, além de ter registrado, no último mês de agosto, 18 mil visitantes no sistema. Entre as vantagens para as lojas parceiras, Gurgueira cita a possibilidade de os supermercados terem maior proximidade com os clientes.

"Temos diversos lojistas que hoje têm atuação pelo aplicativo em bairros completamente diferentes dos que eles atendem na loja física, que o cliente normalmente não iria até a loja, mas pelo aplicativo consegue fazer a solicitação e receber as compras em casa", acrescenta. O aplicativo atende Fortaleza e outras dez cidades do Estado: Maracanaú, Maranguape, Caucaia, Eusébio, Aquiraz, Pacajus, Cascavel, Itaitinga, Horizonte e Morada Nova. O download do aplicativo é realizado pelo link www.mercadapp.com.br/download.

Conteúdo de responsabilidade do anunciante
Imagem destaque
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

app
Imagem destaque

Super Lagoa lança app para compras online e entrega em casa

07:00 | Out. 30, 2019 Tipo Publieditorial

Comprar roupas, livros e demais objetos online já é uma realidade. Atendendo a essa nova demanda de consumo, o supermercado Super Lagoa lançou um aplicativo de compra online, desenvolvido pela startup Mercadapp, com entrega em casa. O Lagoa Online teve uma resposta tão boa do público que o raio de atendimento, inicialmente apenas para Fortaleza, passou a abranger os municípios de Sobral e Eusébio.

A primeira fase do app foi implantada no fim de março, apenas para os colaboradores. "Em meados de abril, disponibilizamos para o público em geral, atendendo, inicialmente, a um raio médio de dez km a partir da unidade do Super Lagoa no bairro Luciano Cavalcante", conta Natanael Fernandes, gerente do projeto Lagoa Online.

Além de atrair os clientes das lojas físicas, o app conseguiu alcançar os consumidores que preferem fazer tudo de maneira virtual, explica Natanael. É a geração de millennials, com 21 a 34 anos. “Uma pesquisa realizada pela Consultoria A.T. Kearney (2016) indica que o market share esperado de e-commerce é de 15% a 18% até 2023. Tivemos crescimento no faturamento com as compras online. Estamos entrando em um novo mercado, com um novo público e novas necessidades. O principal desafio foi manter a qualidade e o atendimento que os clientes já encontram nas lojas físicas”, justifica.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A loja online conta com promoções exclusivas e descontos. É possível agendar o horário de entrega dos pedidos ou buscar as compras diretamente na unidade escolhida (em Fortaleza, Sobral e Eusébio). “Imagina você chegar cansado após o trabalho, querendo um tempo a mais com a família, e lembrar que as compras não foram feitas? Com o Lagoa Online você pode fazer rapidinho no intervalo do almoço, sem sair de onde você está”, completa Natanael.

Junto com Natanael, fazem parte do projeto do Lagoa Online os colaboradores Monalisa Caminha, gerente de Estratégia e Inteligência, Brenda Mendes, assistente de Projetos, Rafael Fialho, gerente de TI, e Fabiana Moura, gerente de Marketing.

Como comprar no Lagoa Online

1. Baixe o app nas lojas Apple ou Google Play.

2. Informe o CEP.

3. Escolha os produtos e coloque no “Carrinho”. É necessário atingir o valor mínimo de R$ 100 em compras para continuar.

4. Quando terminar a feira, basta clicar em “Continuar”.

5. Agende a entrega de acordo com o horário desejado e escolha a forma de pagamento (online ou no ato de recebimento).

6. Se optar pelo recebimento em casa, basta aguardar!

Conteúdo de responsabilidade do anunciante
Imagem destaque
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Imagem destaque

Conheça o que plataformas digitais estão fazendo em acessibilidade

07:51 | Dez. 14, 2018 Tipo

[FOTO1]

Na prática, proporcionar acessibilidade em meios digitais significa dar atenção à maneira como usuários interagem com aplicativos e plataformas webs. As necessidades mais comuns são advindas de pessoas portadoras de cegueira, baixa visão, daltonismo, surdez, deficiências cognitivas ou restrição das habilidades motoras. Diversos itens podem ser trabalhados na perspectiva da acessibilidade - no caso de mídias móveis, viabilizada por meio de tecnologias assistivas, como TalkBack no Android e VoiceOver no iOS, softwares de áudio.

Segundo última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 57% dos cidadãos com deficiência usam com frequência a internet. Números da World Wide Web Consortium Escritório Brasil, contudo, apontam que o ambiente virtual não está pronto para atender aos usuários: levantamento mais recente da empresa sobre o assunto aponta que somente 2% das páginas web governamentais são acessíveis. O estudo encontrou também barreiras em todas as páginas de internet do país. Há, porém, iniciativas que buscam em médio e longo prazos reverter esse cenário.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

No supermercado Nidobox, por exemplo, o aplicativo de compras provocou impactos positivos junto a pessoas com deficiência. "Temos um cliente com deficiência visual, que faz compras semanal e mensalmente e que começou a fazer as compras pelo aplicativo. Ele e a esposa possuem a deficiência e precisavam sempre de alguém para vir ao supermercado. Com a plataforma, começaram a fazer as compras de casa mesmo. Ele veio até a loja dizer que os dois tiveram uma experiência muito legal de interatividade e parabenizar pela iniciativa", conta Ivamar Cunha, diretor de operações do supermercado.

Acessibilidade no uso dos aplicativos

Larissa Lima, diretora de operações do Mercadapp, empresa responsável pelo desenvolvimento do aplicativo, pontua que ainda há desequilíbrio entre necessidade de ambientes virtuais acessíveis e quantidade de plataformas existentes com esse formato. Larissa diz que o Mercadapp, disponível para Android e iOS, soma atualmente cerca de 20 clientes e que todos tiveram seus respectivos aplicativos desenvolvidos com a perspectiva de acessibilidade.

"Nossa interface já foi pensada para ser simples, devido à significativa parcela dos usuários ter idade avançada. Se o usuário com deficiência visual estiver com o VoiceOver ativado, por exemplo, vai ter a mesma navegação dos demais em termos de praticidade. A diferença é que, com o recurso, a navegação ocorre por áudio. O aplicativo fala o preço do arroz e daí basta a pessoa clicar no botão adicionar. Em geral, os deficientes visuais tocam muito rápido na tela, já têm uma habilidade para lidar com o recurso."

Aplicativos de supermercado

Sobre o desenvolvimento de aplicativos do segmento de supermercados, Larissa argumenta que há uma visão crescente de que vale a pena investir em mídias móveis que facilitem compras e que a preocupação das empresas com o relacionamento junto ao cliente é um dos pontos que explica essa curva de aumento. "Este mês, já vamos estar com mais seis lojas. É uma crescente que não vínhamos tendo antes, resultante não somente da preocupação com vendas, e sim da possibilidade de estar com o cliente, mais próximo dele. É uma questão de relacionamento", finaliza. Startup cearense fundada em 2016, o Mercadapp faz parte do leque da Casa Azul Adventures, aceleradora de startups do Grupo de Comunicação O POVO.

Serviço

Mercadapp

Site: www.mercadapp.com/

Instagram: @mercadapp

Facebook: Mercadapp 

Conteúdo de responsabilidade do anunciante
Imagem destaque
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

app
Imagem destaque

Conheça o que plataformas digitais estão fazendo em acessibilidade

07:51 | Dez. 14, 2018 Tipo

[FOTO1]

Na prática, proporcionar acessibilidade em meios digitais significa dar atenção à maneira como usuários interagem com aplicativos e plataformas webs. As necessidades mais comuns são advindas de pessoas portadoras de cegueira, baixa visão, daltonismo, surdez, deficiências cognitivas ou restrição das habilidades motoras. Diversos itens podem ser trabalhados na perspectiva da acessibilidade - no caso de mídias móveis, viabilizada por meio de tecnologias assistivas, como TalkBack no Android e VoiceOver no iOS, softwares de áudio.

Segundo última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 57% dos cidadãos com deficiência usam com frequência a internet. Números da World Wide Web Consortium Escritório Brasil, contudo, apontam que o ambiente virtual não está pronto para atender aos usuários: levantamento mais recente da empresa sobre o assunto aponta que somente 2% das páginas web governamentais são acessíveis. O estudo encontrou também barreiras em todas as páginas de internet do país. Há, porém, iniciativas que buscam em médio e longo prazos reverter esse cenário.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

No supermercado Nidobox, por exemplo, o aplicativo de compras provocou impactos positivos junto a pessoas com deficiência. "Temos um cliente com deficiência visual, que faz compras semanal e mensalmente e que começou a fazer as compras pelo aplicativo. Ele e a esposa possuem a deficiência e precisavam sempre de alguém para vir ao supermercado. Com a plataforma, começaram a fazer as compras de casa mesmo. Ele veio até a loja dizer que os dois tiveram uma experiência muito legal de interatividade e parabenizar pela iniciativa", conta Ivamar Cunha, diretor de operações do supermercado.

Acessibilidade no uso dos aplicativos

Larissa Lima, diretora de operações do Mercadapp, empresa responsável pelo desenvolvimento do aplicativo, pontua que ainda há desequilíbrio entre necessidade de ambientes virtuais acessíveis e quantidade de plataformas existentes com esse formato. Larissa diz que o Mercadapp, disponível para Android e iOS, soma atualmente cerca de 20 clientes e que todos tiveram seus respectivos aplicativos desenvolvidos com a perspectiva de acessibilidade.

"Nossa interface já foi pensada para ser simples, devido à significativa parcela dos usuários ter idade avançada. Se o usuário com deficiência visual estiver com o VoiceOver ativado, por exemplo, vai ter a mesma navegação dos demais em termos de praticidade. A diferença é que, com o recurso, a navegação ocorre por áudio. O aplicativo fala o preço do arroz e daí basta a pessoa clicar no botão adicionar. Em geral, os deficientes visuais tocam muito rápido na tela, já têm uma habilidade para lidar com o recurso."

Aplicativos de supermercado

Sobre o desenvolvimento de aplicativos do segmento de supermercados, Larissa argumenta que há uma visão crescente de que vale a pena investir em mídias móveis que facilitem compras e que a preocupação das empresas com o relacionamento junto ao cliente é um dos pontos que explica essa curva de aumento. "Este mês, já vamos estar com mais seis lojas. É uma crescente que não vínhamos tendo antes, resultante não somente da preocupação com vendas, e sim da possibilidade de estar com o cliente, mais próximo dele. É uma questão de relacionamento", finaliza. Startup cearense fundada em 2016, o Mercadapp faz parte do leque da Casa Azul Adventures, aceleradora de startups do Grupo de Comunicação O POVO.

Serviço

Mercadapp

Site: www.mercadapp.com/

Instagram: @mercadapp

Facebook: Mercadapp 

Conteúdo de responsabilidade do anunciante
Imagem destaque
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

app
Imagem destaque

Compras de supermercado em aplicativo levam comodidade aos clientes

07:49 | Out. 30, 2018 Tipo

[FOTO1] 

Para muitas pessoas, ir ao supermercado é uma tarefa desgastante, já que o deslocamento preponderantemente requer um trajeto pelos corredores em busca dos produtos desejados. Enfrentar filas frequentemente grandes e demoradas é um dos desafios experimentados por quem vai às compras. Nos últimos tempos, contudo, consumidores passaram a contar com uma alternativa prática para fazer as compras domésticas, sejam elas mensais ou semanais: os aplicativos. Conforme levantamento realizado em 2017 e divulgado este ano pela CVA Solutions, empresa de dados vinculada ao jornal Valor Econômico, em comparação a 2016, o número de consumidores que compram alimentos, bebidas e produtos de limpeza por apps dobrou.

A ideia é base para a Mercadapp, startup especializada em e-commerce para supermercados, com serviços como a criação de aplicativos próprios de lojas do segmento ou inserção no aplicativo Mercadapp, marketplace da empresa. Uma das companhias que aderiu à plataforma é o Pinheiro Supermercado. Alexandre Pinheiro, superintendente comercial e de marketing da empresa, afirma que percebe muitos benefícios desde a adesão.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"Nós conseguimos atingir uma grande necessidade do cliente, que é a comodidade. O cliente que compra pelo aplicativo quer receber suas compras em casa ou escolher os produtos e tê-los separados para que ele só passe para buscar na loja, mas não aceita pagar mais caro porque está comprando no aplicativo", pondera.

Para Larissa Lima, diretora de operações do Mercadapp – que conta com 20 lojas em seu portfólio digital, a economia de tempo é uma das vantagens de realizar compras virtualmente. "Fazendo as compras pelo app, o cliente acessa a loja por meio do aplicativo, busca os produtos de seu interesse e finaliza a compra agendando um horário para recebê-las. Quando o consumidor já tem uma lista de compras, isso torna o processo ainda mais rápido. Na prática, estamos falando de uma economia de, em média, duas horas."

Pinheiro ressalta que a empresa está em constante comunicação com os clientes para detectar o que precisa melhorar. "Já tivemos vários ajustes a partir dos feedbacks que recebemos sobre a forma e os horários de entrega, produtos mais consumidos, por exemplo. O que vemos é que vem dando certo, que os clientes compram novamente, aumentam as compras", afirma.

Dentro da perspectiva econômica, ele observa que a presença no aplicativo permite que o supermercado alcance mais pessoas. "Os clientes que compram pelo aplicativo são clientes que normalmente não comprariam na loja física, pois estão mais distantes dela. Dessa forma, nós conseguimos estar perto do cliente. Ele pode pegar o celular e estar no Pinheiro Supermercado", pontua. O supermercado ainda pode contar com a vantagem da comunicação ágil de ofertas e novidades da loja por meio de notificações recebidas no celular.

Quebrando paradigmas

De acordo com Larissa, apesar de haver certo receio por parte dos compradores estreantes na plataforma em comprar produtos de hortifruti, esse paradigma vem sendo quebrado ao longo do tempo. "O consumidor que compra pelo aplicativo, em especial na sua primeira compra, tende a demonstrar certo receio de adquirir frutas e verduras, mas fica claro que esse receio deixa de existir a partir do segundo pedido, nos quais ele experimenta o consumo desses produtos e passa a ter maior confiança no serviço", explica.

A diretora de operações acrescenta que a compra pelo aplicativo representa independência e solução para a falta de tempo de ir até às lojas físicas. "Uma das características exclusivas do Mercadapp é estimular aos usuários o bom uso do tempo com atividades em família, uma ida ao cinema, ao teatro. O Mercapapp possui estratégias de aproximação de seus usuários com bonificações e dicas para valorização do uso do tempo", finaliza. Veja como utilizar o aplicativo Mercadapp.

[VIDEO1] 

Serviço

Mercadapp

Site: www.mercadapp.com/ 

Instagram: @mercadapp

Facebook: Mercadapp

Conteúdo de responsabilidade do anunciante
Imagem destaque
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

app
Imagem destaque

Compras de supermercado em aplicativo levam comodidade aos clientes

07:49 | Out. 30, 2018 Tipo

[FOTO1] 

Para muitas pessoas, ir ao supermercado é uma tarefa desgastante, já que o deslocamento preponderantemente requer um trajeto pelos corredores em busca dos produtos desejados. Enfrentar filas frequentemente grandes e demoradas é um dos desafios experimentados por quem vai às compras. Nos últimos tempos, contudo, consumidores passaram a contar com uma alternativa prática para fazer as compras domésticas, sejam elas mensais ou semanais: os aplicativos. Conforme levantamento realizado em 2017 e divulgado este ano pela CVA Solutions, empresa de dados vinculada ao jornal Valor Econômico, em comparação a 2016, o número de consumidores que compram alimentos, bebidas e produtos de limpeza por apps dobrou.

A ideia é base para a Mercadapp, startup especializada em e-commerce para supermercados, com serviços como a criação de aplicativos próprios de lojas do segmento ou inserção no aplicativo Mercadapp, marketplace da empresa. Uma das companhias que aderiu à plataforma é o Pinheiro Supermercado. Alexandre Pinheiro, superintendente comercial e de marketing da empresa, afirma que percebe muitos benefícios desde a adesão.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"Nós conseguimos atingir uma grande necessidade do cliente, que é a comodidade. O cliente que compra pelo aplicativo quer receber suas compras em casa ou escolher os produtos e tê-los separados para que ele só passe para buscar na loja, mas não aceita pagar mais caro porque está comprando no aplicativo", pondera.

Para Larissa Lima, diretora de operações do Mercadapp – que conta com 20 lojas em seu portfólio digital, a economia de tempo é uma das vantagens de realizar compras virtualmente. "Fazendo as compras pelo app, o cliente acessa a loja por meio do aplicativo, busca os produtos de seu interesse e finaliza a compra agendando um horário para recebê-las. Quando o consumidor já tem uma lista de compras, isso torna o processo ainda mais rápido. Na prática, estamos falando de uma economia de, em média, duas horas."

Pinheiro ressalta que a empresa está em constante comunicação com os clientes para detectar o que precisa melhorar. "Já tivemos vários ajustes a partir dos feedbacks que recebemos sobre a forma e os horários de entrega, produtos mais consumidos, por exemplo. O que vemos é que vem dando certo, que os clientes compram novamente, aumentam as compras", afirma.

Dentro da perspectiva econômica, ele observa que a presença no aplicativo permite que o supermercado alcance mais pessoas. "Os clientes que compram pelo aplicativo são clientes que normalmente não comprariam na loja física, pois estão mais distantes dela. Dessa forma, nós conseguimos estar perto do cliente. Ele pode pegar o celular e estar no Pinheiro Supermercado", pontua. O supermercado ainda pode contar com a vantagem da comunicação ágil de ofertas e novidades da loja por meio de notificações recebidas no celular.

Quebrando paradigmas

De acordo com Larissa, apesar de haver certo receio por parte dos compradores estreantes na plataforma em comprar produtos de hortifruti, esse paradigma vem sendo quebrado ao longo do tempo. "O consumidor que compra pelo aplicativo, em especial na sua primeira compra, tende a demonstrar certo receio de adquirir frutas e verduras, mas fica claro que esse receio deixa de existir a partir do segundo pedido, nos quais ele experimenta o consumo desses produtos e passa a ter maior confiança no serviço", explica.

A diretora de operações acrescenta que a compra pelo aplicativo representa independência e solução para a falta de tempo de ir até às lojas físicas. "Uma das características exclusivas do Mercadapp é estimular aos usuários o bom uso do tempo com atividades em família, uma ida ao cinema, ao teatro. O Mercapapp possui estratégias de aproximação de seus usuários com bonificações e dicas para valorização do uso do tempo", finaliza. Veja como utilizar o aplicativo Mercadapp.

[VIDEO1] 

Serviço

Mercadapp

Site: www.mercadapp.com/ 

Instagram: @mercadapp

Facebook: Mercadapp

Conteúdo de responsabilidade do anunciante
Imagem destaque
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

app