Participamos do
Imagem destaque

Os caminhos da transformação digital no setor público

Laboratório de Inovação e Dados do Governo do Ceará (Íris) trabalha para avançar tecnologicamente no Ceará
06:00 | Nov. 15, 2021
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Autor
Ver perfil do autor
Tipo Publieditorial

Os processos na máquina pública estão sendo acelerados. Quem afirma é a engenheira de Computação e Cientista de Dados do Laboratório de Inovação e Dados do Governo do Ceará (Íris), Marianna Gonçalves, convidada do projeto INOVA. Durante a live, disponível aqui, que teve como foco a aplicação da tecnologia na área da saúde, a profissional explicou as atividades do laboratório e comentou sobre a velocidade das ações no setor público.

O Iris tem como principal objetivo acelerar a transformação digital do Governo do Estado. De acordo com Marianna, “governo digital é aquele que tem o cidadão no foco”. Assim, é essencial que essa transformação seja acessível, de modo a não trazer barreiras tecnológicas e excluir parte da população desse movimento.

Hoje, Marianna acredita que os processos dentro da máquina pública sejam um pouco mais rápidos do que antigamente, mas ainda não acompanham a velocidade desejada pela sociedade. “Nós, enquanto laboratório, buscamos seguir um ritmo um pouco mais acelerado, mas também precisamos respeitar algumas burocracias”, explica.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

INOVA 2021
O projeto INOVA 2021 tem o objetivo de apresentar as iniciativas em tecnologia e inovacao que estao sendo desenvolvidas no Ceara e no mundo, além de discutir as possibilidades de desenvolvimento e crescimento no Estado, em um momento em que empresas e estabelecimentos procuram soluções para os problemas complexos causados pela pandemia de Covid-19.

Conteúdo de responsabilidade do anunciante
Imagem destaque
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Imagem destaque

Saiba como fazer sua startup crescer

06:00 | Nov. 14, 2021 Tipo Publieditorial

Criada em 2017, a Casa Azul Ventures é uma aceleradora de startups que investe em empreendedores, resolvendo problemas e alavancando estratégias para fazer com que essas startups cresçam ainda mais rápido. Durante entrevista ao jornalista Hamilton Nogueira para o podcast do projeto INOVA, Gerente de Corporate Venture e COO da Casa Azul, Maurício Cardoso, fala um pouco sobre esse modelo de negócio e o cenário atual.

A Casa Azul surgiu a partir da percepção de que o mercado estava com pouco conteúdo e instituições trabalhando o conceito de startups. Assim, o propósito é entregar um ambiente que possa fazer com que as startups do Ceará consigam mudar a realidade. Já são mais de 15 startups aceleradas na Casa Azul, tendo seis atualmente ativas.

"Nós temos como objetivo auxiliar, dar suporte e acelerar as startups para que elas consigam chegar ao ponto que desejam mais rápido. A gente não faz a startup entregar mais do que ela já entregaria no futuro, a gente faz ela entregar mais rápido”, explica o profissional.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

De acordo com Maurício, é possível observar dois principais cenários nesse mercado. O primeiro são startups abertas por pessoas muito jovens que, apesar de apresentarem agilidade, não demonstram maturidade e experiência de mercado suficientes para resolverem o problema do cliente, muitas vezes até resolvendo problemas que não existem.

O outro caso são as startups criadas por pessoas com mais tempo de mercado, que sabem identificar as dificuldades dos clientes, mas não são tão ágeis devido ao modelo mental em que se formaram durante o tempo de carreira. “O modelo ideal é alguém que esteja no meio desses dois universos e consigam fazer essa interação”, sugere Maurício.

Atualmente, a estratégia da Casa Azul para descobrir novas startups é um mapeamento desses negócios por meio de um processo ativo, com pesquisa e análise de informações, como empreendedores, vendas e etapas. Com base nesses dados, é possível encontrar melhores oportunidades e entrar em contato com essas startups, construindo um diálogo em busca da inovação e do sucesso.

Casa Azul Ventures

https://www.casaazul.vc/

INOVA 2021

O projeto INOVA 2021 tem o objetivo de apresentar as iniciativas em tecnologia e inovacao que estao sendo desenvolvidas no Ceara, além de discutir as possibilidades de desenvolvimento e crescimento no Estado, em um momento em que empresas e estabelecimentos procuram soluções para os problemas complexos causados pela pandemia de Covid-19.

 

Conteúdo de responsabilidade do anunciante
Imagem destaque
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Imagem destaque

Cibersegurança é preocupação durante e depois da pandemia

06:00 | Nov. 12, 2021 Tipo Publieditorial

A pandemia acelerou a transformação digital, e muitas empresas tiveram que se adaptar totalmente ao mundo online para continuarem funcionando. No entanto, esse processo, muitas vezes feito rápido e desorganizadamente, pode expor esses negócios a ataques cibernéticos. É o que explica o chefe de pesquisa do Morphus Labs, Renato Marinho, em entrevista ao jornalista Hamilton Nogueira no podcast do projeto Inova.

“Com a pandemia, a gente viu bastante aumento no número de ameaças cibernéticas atacando centenas de empresas”, garante Renato. Para o especialista, uma das causas desse cenário é que, devido ao caráter emergencial da crise, várias empresas passaram a digitalizar seus negócios sem o planejamento adequado. Assim, os serviços acabaram sendo oferecidos sem teste e segurança, expondo as empresas aos perigos da internet.

Outro fator apontado pelo profissional está relacionado à adoção de infraestrutura online para que os colaboradores conseguissem acessar o sistema da empresa mesmo estando em casa. Assim como na outra situação, essa adaptação comumente foi feita sem os cuidados necessários.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Apesar do aumento do risco, Renato reconhece que a conscientização sobre o problema também cresceu. “Passou de um assunto restrito para um assunto mais popular, no qual as pessoas físicas passaram a ser alvo de fraudes mais elaboradas. As pessoas começaram a entender a importância dessa proteção”, aponta.

Com o crescimento das possibilidades de digitalização cada vez mais veloz, em um mundo ainda mais virtual devido à pandemia, Renato indica que esse é um processo que vai trazer muitos benefícios para a sociedade, mas aconselha a sempre ter em mente a necessidade da cibersegurança.

Morphus Labs

Especializada em cibersegurança, desde 2003 a Morphus Labs trabalha garantindo a segurança de empresas e compartilhando conhecimento. Tem sede em Fortaleza e está presente não só no Brasil, mas internacionalmente.

INOVA 2021

O projeto INOVA 2021 tem o objetivo de apresentar as iniciativas em tecnologia e inovacao que estao sendo desenvolvidas no Ceara, além de discutir as possibilidades de desenvolvimento e crescimento no Estado, em um momento em que empresas e estabelecimentos procuram soluções para os problemas complexos causados pela pandemia de Covid-19.
Saiba mais no site especial do Inova.

Conteúdo de responsabilidade do anunciante
Imagem destaque
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags