fabricadeprogramadores

Mercado de tecnologia: área para todas as idades

"Apagão" de profissionais capacitados pode ser janela de oportunidade para migrar para a área. O mercado de trabalho da tecnologia é aberto a diferentes gerações. Confira caderno especial hoje no O POVO

Intrinsecamente ligado ao que é novo e moderno, o mercado da tecnologia também engloba experiência e maturidade. Para Daniel Monteiro, CEO da Digital College, o mercado “é aberto, na verdade, para todas as pessoas de qualquer geração”. “Para quem já trabalha, para quem é uma pessoa que já tem uma história em outras carreiras, o mercado de tecnologia está de braços abertos para receber essas pessoas”, destaca.

Há 26 anos no mercado, Vinicius Amanajás, Gerente de TI do Grupo Aço Cearense, relata que o que o fez crescer na carreira foi a “ajuda dos mais experientes, amigos com mais idade me fizeram aprender de forma rápida”. Na experiência dele, o mercado precisa da participação dos jovens e dos mais experientes. Uma troca que “estimula o trabalho colaborativo”.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

“A praticidade da juventude aliada a maturidade de quem já passou por diversas experiências pode ser vista como um diferencial para alcance de resultados extraordinários”, resume. Ele afirma que há diferenças de visões em alguns pontos. Mas que é preciso saber “tirar proveito dessas situações para o bem”. “O trabalho de alinhamento de expectativas faz a diferença para deixar todos com o propósito alinhado, veja as diferenças de forma agregadora, devemos atentar para o fundamental que é estimular as pessoas, deixando o ambiente mais colaborativo possível”, compartilha.

Emanuelle Nogueira Jucá, 46, Analista de Sistemas do Instituto Atlântico, alerta que a tecnologia é uma área que muda constantemente. “É muito dinâmica, estão sempre surgindo novas tecnologias, novas linguagens, novos frameworks e a gente tem que estar sempre se atualizando”. Se alinhar a esse ritmo pode ser difícil no começo, ensina Emanuelle, que atua na área há 22 anos.

Ela compartilha as preocupações ao observar pessoas entrando no mercado de trabalho cada vez mais jovens. “No meu primeiro emprego, super jovem, todo mundo era novinho, da mesma idade. O tempo foi passando e foram vindo outras pessoas jovens. Eu lembro que ficava com essa preocupação na cabeça. ‘Meu Deus, será que eu ainda terei meu emprego daqui a 15 anos? Será que quando eu tiver com 50 anos eu ainda vou estar empregada?”, questionava.

Emanuelle relata que não se sente mais “ameaçada” pela juventude de quem está chegando ao mercado de trabalho. “Pelo contrário, eu vejo que quem está no mercado há mais tempo acumula experiências riquíssimas. Essa troca de experiência com as pessoas mais jovens é importantíssima, porque a gente se atualiza com eles e eles aprendem com a gente. Aprendem a lidar com as situações, com as pessoas, com os conflitos. Então, é uma troca muito bacana das diferentes gerações”, descreve.

Há vagas em aberto

Para Daniel Monteiro, no mercado de trabalho, o panorama é de um “verdadeiro apagão”. “As empresas brasileiras, principalmente, mas esse é um problema mundial. Elas estão deixando de crescer pela ausência de profissionais qualificados em tecnologia”, alerta. Na visão dele, um profissional que já tem um certo nível de maturidade tem toda a abertura para a carreira, para o mercado, “que está em escassez de pessoas para preencher vagas de altos salários, vagas que pagam bem acima da média salarial brasileira”.

“A área de tecnologia está em alta, o mercado tem várias vagas abertas que não conseguem ser preenchidas por falta de conhecimento técnico”, corrobora Vinicius Amanajás. “Qualquer empresa hoje precisa de tecnologia para sobreviver e alavancar seus resultados”, ressalta.

Essa lacuna de profissionais capacitados pode ser uma janela de oportunidade para quem quer migrar de carreira, observa Vinícius. “Quem está pensando em migrar de carreira, aproveite esse momento, procure ajuda dos mais experientes, a curva de resultado pode ser rápida se aliada a experiência de vida e realizações de cursos das tecnologias emergentes”, orienta.

Baixe para ler o caderno Fábrica de Programadores #1 Clique aqui para baixar o PDF.

Conteúdo de responsabilidade do anunciante
fabricadeprogramadores
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

tecnologia mercado de trabalho

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar