Participamos do
Imagem destaque

Como Las Vegas está lidando com a pandemia?

Cidade, nos EUA, tenta se reerguer depois do maior baque da sua história
08:59 | Mai. 12, 2021
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Autor
Ver perfil do autor
Tipo Publieditorial

É sabido que a pandemia do novo coronavírus, que assolou o mundo desde praticamente o início do ano, afetou muitas áreas, e não foi diferente com a cidade de Las Vegas: Os Cassinos mais luxuosos do mundo tiveram que fechar as portas durante um período considerável, onde a pandemia estava ainda mais avassaladora. Nesse sentido, Las Vegas, cidade-símbolo do jogo e dos cassinos, foi um dos lugares que mais sofreram os efeitos da pandemia. Afinal, a cidade tem suas principais fontes de receita justamente no turismo e nos cassinos, duas partes extremamente afetadas pelo Covid-19.

Os números, divulgados em um relatório da LVCVA (Las Vegas Convention and Visitors Authority), impressionam. Os dados se referem ao mês de maio de 2020, antes da reabertura de alguns dos cassinos da cidade. Durante todo o mês, com o cancelamento de eventos na cidade, o número de visitantes foi de 151.300, quase 96% abaixo dos 3.691.100 registrados no mesmo período do ano anterior.

A ocupação dos hotéis, que em 2019 chegou a 90,8%, ficou em apenas 2,8% neste ano. Assim, a receita por quarto disponível despencou de US$127,59 para US$1,70. Com relação às receitas dos casinos, o número é ainda mais preocupante, em maio de 2019, foram quase US$836 milhões faturados pelos cassinos, enquanto no mesmo período em 2020 a marca foi de US$5.872.000, uma queda de 99,3%.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A consequência disso foi a seguinte: Os jogos de cassino online explodiram em números de uso, com novos torneios, plataformas e uma atividade virtual intensa. Sites de apostas esportivas passaram a oferecer os jogos de cassino online, algo que realmente fez com que a quantidade de jogadores aumentasse consideravelmente em relação aos anos anteriores.

Reabertura gradual de cassinos e a chegada de novos empreendimentos

Após esses longos meses, alguns cassinos de Las Vegas conseguiram se manter mesmo com as portas fechadas e, depois, abrir com restrições. A ideia é fazer com que o turismo da cidade se mantenha alto, mesmo nas atuais circunstâncias. Por isso, a Las Vegas Strip (Avenida da cidade onde ficam os principais cassinos) irá receber um grande empreendimento: o Resorts World Las Vegas, o primeiro empreendimento de resort na Las Vegas Strip em mais de uma década.

O projeto de Resorts World Las Vegas
O projeto de Resorts World Las Vegas (Foto: Divulgação)

O

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Complexo abrirá oficialmente suas portas no próximo dia 24 de junho. Por meio de uma parceria histórica, oferecerá 3.500 quartos e suítes de luxo de três hotéis da marca Hilton. O projeto de US$4,3 bilhões está em construção desde maio de 2015 e ficará no local do antigo Stardust, um marco icônico de Las Vegas que foi o maior hotel do mundo quando foi inaugurado em 1958, com 1.500 quartos.

Scott Sibella, presidente do Resorts World Las Vegas, antecipou, ainda, que além do casino físico, o resort terá um casino online que complementa o negócio, principalmente em tempos de pandemia, que não permitem garantir a entrada do público esperado nos quartos. “Os jogos de casino ao vivo estão cada vez mais populares e o nosso site terá o melhor disponibilizado pelas principais marcas do mercado, para apresentar uma oferta completa em todas as plataformas possíveis” revelou Sibella.

Conteúdo de responsabilidade do anunciante
Imagem destaque
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente