PUBLICIDADE
PUBLIEDITORIAL energialimpa

O que são energias renováveis e como elas podem beneficiar o Ceará

O POVO promove nesta segunda-feira, 22, uma live sobre a relevância do segmento para frear o aquecimento global e a produção de energia limpa no Estado

22/03/2021 06:00:10
O papel do Estado no esquema global de transição energética será o tema da primeira live do projeto
O papel do Estado no esquema global de transição energética será o tema da primeira live do projeto "Energia Limpa - O Ceará na vanguarda da geração de energias renováveis"

Com a intenção de zerar a emissão de CO² até 2050, boa parte dos países ligados à Organização das Nações Unidas (ONU) tem repensado a forma como a energia elétrica é produzida em seus territórios. Isso ocorre porque a maior fatia do serviço é oriunda de fontes não renováveis, como carvão, gás natural e petróleo, que aumentam a emissão de gases poluentes na atmosfera. Dessa maneira, há um esforço conjunto para estimular a geração de energias renováveis, ou seja, energia produzida a partir de recursos não se esgotam, como a eólica, a solar e a energia à base de hidrogênio.

No Brasil, o esforço também tem integrado debates da agenda público-privada - e é no Nordeste onde os resultados têm sido mais frutíferos, sendo o Ceará um dos estados em maior evidência no setor. Pela capacidade de geração de energia, o Porto do Pecém já exporta o serviço para outros países, e aguarda a instalação de um hub de hidrogênio verde que irá potencializar as transações comerciais, gerando emprego e renda para mais de 4 mil pessoas.

O papel do Estado no esquema global de transição energética será o tema da primeira live do projeto “Energia Limpa - O Ceará na vanguarda da geração de energias renováveis”, que ocorre nesta segunda-feira, 22, nas redes sociais do O POVO. A transmissão é gratuita e começa às 18 horas, com participação de Jurandir Picanço, consultor de Energia da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec).

Entre os assuntos abordados, Picanço comentará sobre as condições privilegiadas que ampliam potencial de produção e exportação de energias renováveis do Ceará, como a parceria entre o Porto do Pecém e o Porto de Roterdã, na Holanda, que é o maior complexo portuário da Europa e promete ser o principal local de abastecimento de hidrogênio verde no continente.

“A importância do Ceará nesse esquema de transformação da matriz energética fóssil em uma matriz renovável será imensa. Por isso, devemos aproveitar esse momento para focar na produção de energias renováveis, como o hidrogênio verde, que contribuirão para o desenvolvimento econômico e social do Estado”, explica Jurandir.

Saiba mais

Atualmente, segundo o CBIE Advisory, o Brasil ocupa o 3º lugar no ranking mundial de países que produzem energias renováveis, com 135.674 MW de capacidade instalada. A energia eólica é hoje a principal fonte renovável utilizada para consumo interno, e já é responsável por cerca de 10% da geração de energia do Brasil, ocupando o segundo lugar no ranking - atrás apenas da produzida em usinas hidrelétricas. 80% da produção dessa energia renovável ocorre no Nordeste, onde os grandes ventos aportam primeiro.

Serviço

Projeto "Energia Limpa - O Ceará na vanguarda da geração de energias renováveis"

Live "A relevância da geração de energia limpa para o futuro sustentável do planeta: o papel do Ceará"

Quando: 22/3, às 18 horas (ao vivo)
Onde: Facebook e YouTube do O POVO Online
Mais informações: https://especiais.opovo.com.br/energialimpa
Gratuito