PUBLICIDADE
PUBLIEDITORIAL creace

Crea-CE diminui burocracias com atendimentos por videoconferência

Com videoconferências e whatsapp, Crea-CE garante atendimento com qualidade, menor índice de burocracia e aproximação da alta gestão com a comunidade

22/03/2021 06:00:14
Crea-CE abriu 14 salas de videoconferência com todos os assuntos que a comunidade vai ao Conselho resolver
Crea-CE abriu 14 salas de videoconferência com todos os assuntos que a comunidade vai ao Conselho resolver

A rotina de trabalho do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará (Crea-CE) exige contato diário com os profissionais das áreas de Engenharia, Agronomia, Geologia, Geografia e Meteorologia. Todos os serviços relacionados as modalidades citadas, precisam de Anotações de Responsabilidade Técnica (ART) e, eventualmente, de Certidão de Acervo Técnico (CAT) documento necessário para participar de licitações de obras públicas e, em alguns casos, contratações privadas, ambos emitidos pelo Crea.

No Ceará, já é possível fazer o processo de forma virtual, mas é bastante comum surgirem dúvidas, ou é necessário o envio de fotos e outros documentos que exigem o contato presencial. No início do mês de março para garantir a qualidade e a segurança do trabalho, o Crea-CE implantou o Balcão de Atendimento Virtual, que inclui videoconferência, além de reforçado atendimento por telefone e whatsapp.

“O principal gargalo do Crea-CE estava sendo o atendimento presencial. São em torno de 80 atendimentos presenciais por dia em todo Estado. Os procedimentos online já estavam proporcionando uma grande transformação, garantindo agilidade, mas havia uma lacuna no atendimento personalizado”, conta Emanuel Mota, presidente do Crea-CE.

Por isso, o Crea-CE abriu 14 salas de videoconferência com todos os assuntos que a comunidade vai ao Conselho resolver. “Já abrimos a porta do Crea-CE, sem agendamento, para todos os profissionais, melhoramos todos os prazos. A videoconferência agora torna o atendimento humanizado. Todos os servidores estão em home office e há uma escala de atendimento em cada sala, respeitando o horário de expediente. Preparamos para o servidor um background personalizado, garantindo privacidade do ambiente doméstico. Quem busca o serviço, abre uma sala, há uma fila virtual e a pessoa é atendida na sua vez”, explica Emanuel.

As videoconferências se assemelham aos atendimentos presenciais. “Leva em torno de 40 minutos a 1 hora para ser finalizado. O vídeo é importante porque facilita o esclarecimento de dúvidas, você consegue apontar algo, compartilhar a tela”, revela Emanuel. Além disso, de segunda a quinta-feira, entre 16h e 17h, o presidente do Crea-CE abre uma sala para quem quer falar diretamente com ele. Emanuel conta que até hoje quem procura o atendimento com ele está em busca mesmo é de um bate-papo e troca de informações.

Na primeira fase do Balcão de Atendimento Virtual, em março, entre os dias 1 e 18, segundo Emanuel, foram realizados 905 atendimentos telefônicos, 629 por whatsapp e 428 atendimentos virtuais. Agora, o design do site do Crea-CE está passando por modificações para facilitar a usabilidade, baseado em uma pesquisa feita durante o ano passado e análises de UX (user experience).
Emanuel conta que o segundo momento desse processo é redimensionar as atividades do Crea-CE. “Uma parte dos atendimentos vai ficar 100% home office. Já passamos a mudar o tipo de aquisição de material de informática para facilitar o home office”, diz.

Serviço

Crea-Ceará
Salas de vídeoconferência: de segunda a sexta de 12h às 18 horas

Telefone: (85) 3453.5800

WhatsApp: (85) 99113.3289

Ouvidoria: 0800 979 1400

Atendimento virtual: http://www.CREA-ce.org.br/interna.asp?p=c08e179ce722a797e722a797a52fde03