PUBLICIDADE
PUBLIEDITORIAL ApaixonadosPorGente

Aulas online: como cuidar da saúde da visão?

Exposição contínua a tela do computador pode causar problemas

12/08/2020 14:08:25
Intervalos são indicados para descansar visão (Foto: Freepik)
Intervalos são indicados para descansar visão (Foto: Freepik)

Em decorrência da pandemia, estudar em casa segue sendo rotina para milhares de pessoas no Brasil. No entanto, a exposição excessiva às telas de equipamentos eletrônicos como computador, celular e tablet podem prejudicar a saúde da visão, alerta o oftalmologista Bruno Pinto, do Sistema Hapvida.

“A exposição contínua, principalmente para as crianças, tem que ser feita com muito cuidado. Quanto mais novas forem as crianças, mais frequentes devem ser os intervalos entre as atividades”, explica Bruno.

Os intervalos são ainda mais importantes quando não é possível evitar completamente a exposição às telas durante um longo período de tempo, como no caso de pais que precisam conciliar home office, tarefas domésticas e tempo com os filhos durante a quarentena.

Esse é o caso da família do pequeno Pedro Mendanha, 6, que começou a ter aulas online no mês de julho, após a readaptação do conteúdo programático da escola. Com a ajuda da mãe, a servidora pública Karoline Mendes, ele assiste a três horas diárias de aula em regime remoto, para não atrasar a conclusão do primeiro ano do ensino fundamental.

"Para evitar a exposição excessiva, a própria escola trata de conceder um intervalo de meia hora entre o primeiro e o segundo horário de aulas, e também há os momentos em que eles propõem exercícios no livro ou caderno. Como seguimos em isolamento rígido, o mais complicado é evitar que ele passe muito tempo na TV ou no tablet nas horas de lazer", explica.

Como os pais de Pedro estão em regime home office, é necessário prover pelo menos uma hora por turno de programação televisiva ou jogos para distrair o pequeno e seu irmão, Miguel, de dois anos e meio, durante as tarefas profissionais ou domésticas que exigem mais atenção do casal. Para compensar, nos fins de semana, a brincadeira é offline. “Como temos menos trabalho, buscamos desligar a TV e ficar um período maior brincando com eles, dando mais atenção”, completa Karoline.

Adultos também devem moderar no uso de equipamentos eletrônicos

De acordo com o oftalmologista Bruno Pinto, essas pequenas pausas são necessárias também para adultos que utilizam equipamentos eletrônicos com muita frequência, como os que estão em home office ou home studying. O principal vilão, nesses casos, é o computador, cuja luz interrompe o movimento natural de piscar os olhos, o que pode deixar as córneas ressecadas.

“Quando ficamos muito tempo em frente ao computador, a tendência que temos de piscar os olhos diminui, e é justamente esse ato que lubrifica a córnea. Por isso, é importante evitar ficar em frente a uma tela por mais de 30 minutos. Para quem precisa ficar mais tempo online, dar intervalos de pelo menos um ou dois minutos entre essas atividades já é suficiente e permite que a lubrificação do olho volte ao normal”, afirma.