PUBLICIDADE
Notícias

PF registra 32 flagrantes e 28 prisões nas eleições no Ceará

Levantamento das ocorrências no primeiro turno foi divulgado nesta segunda

18:44 | 03/10/2016

A Polícia Federal (PF) divulgou nesta segunda-feira, 3, o balanço das ocorrência nas eleições 2016, no Ceará. Os agentes registraram 32 flagrantes de crimes eleitorais e efetuaram 28 prisões. Entre os delitos, estão compra de votos (distribuição de santinho e dinheiro), boca de urna, transporte irregular de eleitores, embaraçar o exercício do sufrágio, ameaça para votar ou deixar de votar e retenção de título.


Os policiais federais cumpriram 40 mandados de busca e apreensão no primeiro turno das eleições. Conforme a PF, foram apreendidos mais de 80 mil em dinheiro, além de veículos e armas de fogo.


Em Barbalha, uma assessora da primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, esposa do governador Camilo Santana, foi flagrada com R$ 50 mil em maços de dinheiro em envelopes e materiais de campanha do candidato à Prefeitura de Barbalha, Fernando Santana (PT) - cunhado de Camilo.


Em Fortaleza, o secretário de Ciência e Tecnologia do Ceará, Inácio Arruda, se envolveu em uma confusão, junto com a esposa e seus três filhos, durante uma ocorrência de boca de urna no Instituto Federal do Ceará (IFCE). Inácio e os familiares foram levados para a sede da Polícia Federal para prestarem esclarecimentos. O secretário denunciou a ação dos policiais militares no IFCE.

TAGS