Consolidação fiscal e produtividade devem impulsionar crescimento futuro na França, aponta OCDE

Medidas de consolidação fiscal, aumento da produtividade e investimento no sistema de educação devem apoiar o crescimento futuro na França, avalia a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), em relatório divulgado nesta quarta-feira, 10.

No documento, a OCDE projeta que o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) francês deve desacelerar para 0,8% em 2024, antes de voltar a acelerar para 1,3% em 2025, quando será apoiado pela melhora no cenário econômico global e aumento do consumo. Já a inflação francesa deve arrefecer para 2,3% em 2024 e baixar para 2% em 2025.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Para ampliar esse crescimento no futuro, o governo da França precisará de esforços adicionais para consolidar a situação fiscal e "reduzir a dívida pública de modo significativo", aponta a OCDE. A organização sugere algumas medidas como a revisão de gastos e tetos e ao tornar obrigatório o cumprimento do teto da dívida, além de conter subsídios sociais e salários da administração pública.

Outro ponto defendido pela OCDE para ajudar o crescimento futuro é otimizar a produtividade por meio do fortalecimento do mercado de trabalho, por exemplo, ao incentivar a participação de pessoas mais velhas ou expandir serviços que permitam maior participação feminina.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

OCDE França crescimento

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar