Exportações do Brasil aos EUA atingem recorde no 1º trimestre, de US$ 9,8 bi, diz Amcham

O Brasil registrou pela primeira vez desde 2008 um superávit na balança comercial com os Estados Unidos no primeiro trimestre do ano, de US$ 855,6 milhões, após as exportações para o país norte-americano atingirem US$ 9,8 bilhões - um novo recorde para o período. Os dados são do Monitor do Comércio Brasil-EUA, da Amcham Brasil.

O Monitor aponta que o aumento das exportações aos Estados Unidos ocorreu de forma disseminada entre todos os setores produtivos brasileiros, com destaque para os produtos industriais, que corresponderam a US$ 7,3 bilhões das exportações.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Os dados compilados pela câmara apontam também que a corrente de comércio bilateral entre o Brasil e os Estados Unidos somou US$ 18,8 bilhões, a segunda maior marca na série histórica.

"Isso reflete a importância da parceria entre os dois países, especialmente para produtos de maior valor agregado", afirmou a Amcham Brasil.

Expectativas para 2024

Para este ano, a Amcham projeta aumento no comércio bilateral, orientado pelo crescimento das exportações brasileiras e pela expectativa de expansão das economias e consequente aumento da demanda de ambos os países.

"Além de celebrar os resultados dessa longa e sólida trajetória de parceria, o bicentenário das relações Brasil-EUA oferece um contexto emblemático para lançar as bases de um novo ciclo para o aprofundamento da integração bilateral comercial", destaca Abrão Neto, CEO da Amcham.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

BALANÇA COMERCIAL MARÇO trimestre EUA Amcham

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar