África do Sul abre mercado para pescados de cultivos do Brasil, diz Ministério da Agricultura

O Brasil poderá exportar pescados de cultivo e seus derivados para a África do Sul, informou o Ministério da Agricultura em nota. A abertura de mercado foi comunicada ao governo brasileiro na sexta-feira passada, 1º de março, com a aprovação do certificado internacional de exportação.

Em nota, o ministério destacou que o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, havia pedido a ampliação dos mercados para a União Africana ao ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, na última semana.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"Estamos continuamente ampliando nossas exportações para os países africanos e planejamos realizar missões ainda este ano para intensificar a cooperação e o comércio entre as nações. Isso reafirma o compromisso do Brasil em fortalecer os laços econômicos e culturais com este importante continente", disse o secretário de Comércio e Relações Internacionais, Roberto Perosa, na nota.

Em 2023, a África do Sul deu aval para importação de alimentos mastigáveis para pets (pet chews) e subprodutos de origem animal para alimentação de animais do Brasil.

As exportações de produtos agropecuários brasileiros ao país geraram receita de US$ 558 milhões no ano passado, de acordo com dados do Ministério. Carnes, madeira, produtos florestais e o complexo sucroalcooleiro respondem por 60% da pauta exportadora do Brasil ao país. No ano, o Brasil conquistou 17 novos mercados para produtos agropecuários.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

BALANÇA COMERCIAL NOVOS MERCADOS Agricultura África do Sul pescados

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar