Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Hidrogênio verde: 5 mil empregos são previstos em nova planta

Projeto teve memorando assinado entre o governo do Ceará e a Cactus Energia Verde. Uma usina eólica offshore também teve acordo assinado com a Bi Energia
14:59 | Fev. 07, 2022
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Um novo projeto de hidrogênio verde (H2V) para o Complexo do Pecém deve gerar 5 mil novos empregos na fase de construção, segundo informou o governo do Ceará na tarde desta segunda-feira, 7. O memorando de entendimento para a nova planta foi assinado pelo governador Camilo Santana (PT-CE) e representantes da empresa Cactus Energia Verde, em live transmitida nas redes sociais.

A previsão é de que sejam investidos 5 bilhões de euros no projeto, de acordo com o Estado. A nova usina de H2V soma-se às demais que devem ser instaladas na Zona de Processamento de Exportação (ZPE) do Ceará.

Outro protocolo, para a instalação de uma usina eólica offshore (instalada no mar), ainda foi assinado nesta tarde com e a Bi Energia. "O nosso maior objetivo é gerar oportunidade para as pessoas. Criar emprego, riqueza e que é uma das metas ousadas que o Ceará vem apostando", ressaltou o governador.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"Temos uma empresa genuinamente cearense. Caso integrado de Bi Energia, de produção de energia com a Cactus, de produção de h2v, Isso mostra que as oportunidades criadas não são só para estrangeiros", destacou o secretário Maia Júnior (Desenvolvimento Econômico e Trabalho).

Luiz Eugênio Lopes Pontes, sócio-diretor da Cactus, ressaltou a parceria com o Estado e contou de encontro que teve com representante "do maior fundo de investimento em energias renováveis", no qual, recebeu dele uma análise na qual o Ceará é apontado como um dos ambientes de negócios mais promissores para energia renovável do mundo.

Nova usina offshore

Responsável pela atração dos empreendimentos, ele adiantou ainda que o governador Camilo Santana deve anunciar, "em breve", um investimento de R$ 26 bilhões para a produção de 3,74 gigawatts de parceiros cearenses e australianos.

"Isso vai não só tornar o Ceará um dos maiores produtores do País, mas vai criar uma indústria gigantesca com grandes possibilidades para o nosso desenvolvimento", arrematou.

Já o representante da Bi Energia, o italiano Michele Rafa, informou de parcerias com a Vestas e com a chinesa Mingyang para desenvolver os equipamentos necessários para a instalação do parque offshore projetado pela empresa para o Pecém.

Capacitação

Os reitores da Universidade Federal do Ceará (UFC), Cândido Albuquerque, da Universidade Estadual do Ceará (Uece), Hidelbrando dos Santos Soares, e o presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Ricardo Cavalcante, destacaram o papel das instituições de ensino na capacitação dos milhares de trabalhadores necessários para erguer os projetos.

Novos cursos e novos núcleos de pesquisa foram destacados por eles na UFC, Uece e Serviço Nacional da Indústria (Senai) para a capacitação desse pessoal.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar