Participamos do

Sete dos 9 grupos pesquisados tiveram alta de preços no IPCA-15 de dezembro

11:35 | Dez. 23, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A alta de 0,78% na prévia da inflação oficial em dezembro foi decorrente de aumentos em sete dos nove grupos de produtos e serviços que integram o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os avanços de preços ocorreram em Transportes (2,31%), Habitação (0,90%), Alimentação e Bebidas (0,35%), Vestuário (1,10%), Comunicação (0,15%), Artigos de Residência (1,19%) e Despesas Pessoais (0,51%).

O grupo Educação registrou estabilidade (0,00%). A única deflação ocorreu em Saúde e Cuidados Pessoais (-0,73%), com um impacto de -0,09 ponto porcentual.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O resultado negativo do grupo Saúde e Cuidados Pessoais foi puxado pelos itens de higiene pessoal (-3,34%), em particular o perfume (-9,82%), os produtos para pele (-8,70%) e os artigos de maquiagem (-4,71%).

O resultado geral do IPCA-15 em dezembro foi decorrente de aumentos de preços em todas as 11 regiões pesquisadas. A alta mais branda ocorreu na Região Metropolitana de Belém (0,32%), enquanto a maior variação foi registrada na Região Metropolitana de Salvador (1,13%).

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags