Participamos do

ANP: Preço médio do etanol hidratado no Brasil tem segundo recuo consecutivo

20:12 | Dez. 03, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O preço médio do etanol hidratado no Brasil recuou pela segunda semana consecutiva no período entre 28 de novembro e 4 de dezembro, de acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilado pelo AE Taxas. O recuo foi de 1,61%, de R$ 5,395 para R$ 5,308 o litro. Na semana, o preço médio subiu em 8 Estados e no Distrito Federal e caiu em 17 e no Distrito Federal. A cotação ficou estável no Amapá.

O biocombustível vem se desvalorizando após superar os 80% de paridade de preços com a gasolina. Além disso, há boatos sobre mudanças no imposto de importação do etanol e de queda no preço da gasolina em decorrência da desvalorização do petróleo.

Em São Paulo, principal Estado produtor, consumidor e com mais postos avaliados, a cotação média do etanol hidratado ficou em R$ 5,133 o litro, queda de 1,67% ante a semana anterior.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O preço mínimo registrado na semana para o etanol em um posto foi de R$ 4,499 o litro, em São Paulo, e o menor preço médio estadual, de R$ 5,035, foi registrado na Paraíba. O preço máximo, de R$ 7,799 o litro, foi verificado em um posto do Rio Grande do Sul. O maior preço médio estadual também foi o do Rio Grande do Sul, de R$ 7,075.

Na comparação mensal, o preço médio do biocombustível no País subiu 4,78%. O Estado com maior alta no período foi o Rio Grande do Sul, onde o litro subiu 9,45% no mês. Na apuração semanal, a maior alta de preço foi observada no Pará, com avanço de 2,22%, para R$ 6,217 o litro; e a maior queda, de 4,35%, aconteceu em Mato Grosso.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags