Participamos do

BNB informa que vai respeitar decisão da CVM

Na terça-feira, 23, o diretor do BNB, Antônio Jorge Pontes Guimarães Júnior, foi condenado a multa de R$ 170 mil, em processo da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em razão da não divulgação de fato relevante ao mercado
20:34 | Nov. 24, 2021
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Banco do Nordeste (BNB) publicou nesta quarta-feira, 24, nota de esclarecimento em relação à condenação do diretor de relações com investidores do banco, Antônio Jorge Pontes Guimarães Júnior, pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), em processo por não divulgação de fato relevante. A penalidade aplicada foi uma multa de R$ 170 mil. 

A decisão do colegiado da CVM foi publicada nesta terça-feira, 23. Sobre o assunto, o BNB informou, por meio de nota, que o processo movido pela CVM se refere à não divulgação de forma tempestiva sobre a parceria que estava sendo conduzida para a "venda" do balcão de seguros do BNB.

"Nesse sentido, cabe destacar que havia o entendimento à época por parte do Banco de que o mais adequado a ser feito seria comunicar os fatos conforme ocorressem os desdobramentos concretos da parceria estratégica, tendo como resultado dessa postura a publicação dos comunicados ao mercado em 02.07.2019 e em 05.11.2019".

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Também reforça que no dia 19 de fevereiro do ano passado, ao ser questionado sobre o conteúdo de uma matéria de imprensa dando conta de que havia fechado a negociação com a Icatu Seguros, o Banco publicou novo Comunicado confirmando que estava em tratativas sobre o assunto, mas que não havia sido concretizada a parceria. "De fato, o contrato somente foi formalizado no dia 20.02.2020, o que foi prontamente informado ao mercado".

A nota segue informando que o procedimento de comunicação apenas após a concretização da parceria foi adotado porque, anteriormente, outra seguradora havia sido vencedora no processo e declinou da parceria dias antes da assinatura do contrato.

"Além disso, na visão do BNB, o fato relevante era a negociação da transação do balcão de seguros do BNB e não o vencedor da parceria estratégica em si, fato já comunicado ao mercado em duas oportunidades"

O Banco do Nordeste também informa que reitera seu amplo e irrestrito respeito ao entendimento e decisão da Autarquia. "Destaca ainda que o BNB atualiza constantemente a sua forma de se comunicar com o mercado, buscando estar aderente às orientações da CVM, agindo com mais proatividade, transparência e focando na evolução da sua governança interna".

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags