Participamos do

Projeto Jogos de Educação Financeira abre vagas para escolas públicas em 2022

A proposta lúdica de ensino da educação financeira já alcançou 101 cidades brasileiras e abre adesão para os municípios interessados
13:50 | Nov. 05, 2021
Autor Camila Magalhães
Foto do autor
Camila Magalhães Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Projeto Jogos de Educação Financeira busca novos municípios para receber a ação em 2022 com formação gratuita aos professores da rede pública de ensino, além da entrega de jogos educativos em todas as escolas. O intuito da ação do Instituto Brasil Solidário é promover o ensino de conceitos básicos de economia aos alunos de forma lúdica e criativa.

O cadastro de adesão pode ser feito pelos gestores municipais até 30 de novembro. A inscrição será realizada por meio de formulário disponível no Instagram do instituto: @brasilsolidario. O cadastro não deve ser realizado pela escola, mas por meio do município.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Com formatos direcionados para cada idade e etapa escolar, os jogos “Piquenique” e “Bons Negócios”, que compõem o projeto, foram desenvolvidos alinhados à Nova Base Nacional Comum Curricular. O programa possui certificação pela Estratégia Nacional de Educação Financeira (ENEF), mobilização para promover ações de educação financeira no Brasil.

O jogo “Piquenique” precisou ser adaptado para o formato on-line devido a pandemia de Covid-19 e a interrupção nas aulas presenciais com o isolamento social. Outra mudança no projeto foi a reformulação das formações oferecidas aos educadores que foram transportadas para uma plataforma de ensino. Segundo Luis Salvatore, Presidente do Instituto Brasil Solidário, o processo foi desafiador, mas será uma constante mesmo com a retomada das aulas presenciais.

Com origem no Ceará, as ações do projeto ganharam adesão em escolas municipais de 11 cidades do estado: Sobral, Eusébio, Crateús, Tamboril, Ubajara, Tianguá, Fortaleza, Jijoca de Jericoacoara, Beberibe, Pindoretama e Cascavel.

Um dos contemplados foi o colégio Francisco Sales de Carvalho onde a professora Ana Patrícia da Costa coordenou o Projeto Administração Monetária: Cada Moeda Conta, fruto do aprendizado estabelecido pelos jogos de educação financeira.

O plano tem como objetivo realizar postagens para a rede social Instagram ensinando termos da economia e pautando o planejamento financeiro de forma descomplicada. Segundo Kauan Silva, estudante e idealizador do projeto estabelecido em Jijoca de Jericoacoara, os jogos do Instituto Brasil Solidário fizeram com que ele tivesse a ideia para a iniciativa que visa repassar a educação financeira para os moradores do município.

A professora Ana Patrícia da Costa defende que a temática da educação financeira sempre foi abordada nas escolas do município, mas eles não tinham os jogos do programa para repassar o conhecimento de forma mais lúdica. "Com a inserção desses jogos, os alunos tiveram uma propriedade maior para conhecer e verificar em que momento utilizar esse conhecimento em seu dia a dia", afirma a educadora.

O programa pedagógico do Instituto Brasil Solidário está presente em 11 cidades cearenses, além de atuar em 14 estados e atender escolas em Santiago, no Chile, com a versão em português e espanhol dos jogos. Ao todo, cerca de 487 mil alunos são beneficiados pelo programa no Brasil e mais de 10 mil estudantes na experiência chilena. Com a abertura do cadastro de adesão para 2022, o projeto visa chegar a 1 milhão de alunos beneficiados.

Serviço

Inscrição para o Projeto Jogos de Educação Financeira
Onde: link disponível no Instagram @brasilsolidario
Quando: inscrições abertas até 30 de novembro.
Mais informações: www.brasilsolidario.org.br 

Aprenda a controlar seus gastos mensais 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags