Participamos do

Indicador de Formação Bruta de Capital Fixo do Ipea cresceu 0,1% em agosto

11:23 | Out. 29, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Indicador Ipea de Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) avançou 0,1% em agosto ante julho, informou nesta sexta-feira, 29, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Na comparação com agosto de 2020, houve um salto de 28,9%.

Com isso, o trimestre móvel terminado em agosto registrou alta de 4,4%. Na comparação com um ano antes, o trimestre móvel apresentou salto de 28,8%.

No acumulado em 12 meses, os investimentos apresentaram um crescimento de 19,6%, conforme os cálculos do indicador do Ipea.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A construção civil puxou a ligeira alta nos investimentos em agosto, já que o componente de máquinas e equipamentos teve desempenho negativo.

Segundo o Ipea, o consumo aparente de máquinas e equipamentos (a produção nacional destinada ao mercado interno, acrescida às importações) caiu 0,2% em agosto ante julho. Assim, o trimestre móvel teve queda de 9,9%.

Desagregando o consumo aparente de bens de capital, enquanto a produção nacional de máquinas e equipamentos caiu 0,7% em agosto ante julho, a importação de maquinário cresceu 16,4%. No acumulado em 12 meses, o investimento em máquinas e equipamentos registrou um aumento de 30,2%.

Já os aportes na construção civil avançaram 0,3% em agosto ante julho. Com esse resultado, são seis meses seguido de alta sobre o período imediatamente anterior. Assim, o trimestre móvel terminado em agosto fechou com alta de 12,8%.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags