Participamos do

RJ assina com BNDES contrato para estudos de novo leilão de saneamento

19:03 | Set. 01, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia
O governo do Estado do Rio de Janeiro assinou nesta quarta-feira contrato com Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para fazer os estudos do novo bloco de saneamento que será oferecido em leilão, ainda este ano, pelo valor estimado de R$ 2,6 bilhões, que pode subir com a adesão de mais municípios.
O leilão vai ofertar novamente o Bloco 3, depois de não ter conseguido sucesso no primeiro leilão de serviços da Companhia Estadual de Águas e Esgoto do Rio de Janeiro (Cedae), realizado em abril, com a inclusão de mais municípios. Até agora, mais 12 aderiram: Barra do Pirai, Bom Jardim, Bom Jesus do Itabapoana, Carapebus, Carmo, Itaperuna, Natividade, Macuco, Rio das Ostras, São Fidélis, São José de Ubá e Vassouras.
O Bloco 3 é formado pelo Rio de Janeiro (AP5 - 22 bairros da Zona Oeste), Itaguaí, Paracambi, Pinheiral, Piraí, Rio Claro e Seropédica.
"A concessão dos serviços de saneamento é o maior projeto socioambiental do País. Desde abril, após a realização do primeiro leilão, nossa equipe começou a trabalhar incansavelmente para formatar essa nova modelagem", disse em nota o governador do Estado, Cláudio Castro.
De acordo com o secretário da Casa Civil, Nicola Miccione, a nova licitação do Bloco 3 é uma oportunidade para que mais 3 milhões de pessoas sejam atendidas pela nova concessionária. "Conseguimos ampliar o projeto e mais municípios decidiram participar. E ainda podemos ter novas adesões. Com o novo bloco 3, fechamos um ano muito importante para o Estado do Rio, serão duas grandes concessões que vão mudar a vida das pessoas", afirmou.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags