Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

CNI diz que aprovar último substitutivo de reforma do IR é inaceitável

20:18 | Ago. 16, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Tipo Notícia
O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson de Andrade, disse que é inaceitável a aprovação do último substitutivo apresentado pelo relator da reforma do Imposto de Renda, deputado Celso Sabino (PSDB-PA). Segundo a entidade, o novo texto aumenta a tributação do IRPJ, CSLL e IR Retido na fonte de 34% para pelo de 39,2% a 40,4% para o setor. Segundo Andrade, a nova redação desestimula o investimento e atravanca o desenvolvimento do país.
Na quinta-feira passada, Sabino apresentou um texto em que recuou da queda inicialmente prevista do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ). A redução passará a ser de 8,5 pontos porcentuais, passando de 25% para 16,5%. No primeiro parecer, a queda prevista era de 12,5 pontos porcentuais, depois 9,5% e 9% e, agora, 8,5%.
"O projeto original levava a forte elevação da tributação sobre investimentos produtivo para compensar as desonerações de aplicações financeiras e a correção da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física. Ao longo dos dias, novas concessões foram feitas. O resultado é o aumento da carga tributária sobre o investimento produtivo que pode chegar a 40,4%", afirma Andrade.
Para a CNI, o substitutivo divulgado na semana passada piorou a questão ao diminuir a redução da alíquota do IRPJ/CSLL, além de manter a revogação dos Juros sobre Capital Próprio (JCP). "Além disso, apresenta dispositivos que impõem rigor excessivo nas normas para evitar a elisão fiscal, o que pode aumentar o custo tributário de transações econômicas que não tenham qualquer motivação tributária", completa a entidade.
De acordo com a entidade, é preciso reduzir significativamente a alíquota do IRPJ/CSLL para dar maior atratividade à realização de investimentos no Brasil, o que pode ser compensado com a tributação de lucros e dividendos, que foi proposta pelo governo. "Mas a forma como essa mudança está sendo feita, é inaceitável por aumentar a carga tributária para quem investe na empresa. Essa nova redação desestimula o investimento e atravanca o desenvolvimento do país", reforça o presidente da CNI, Robson Andrade.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Desempenho das pequenas indústrias sobe acima da média no 2º trimestre

Economia
07:25 | Ago. 16, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei), medido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), mostrou que o desempenho das pequenas indústrias está em alta no Brasil. No segundo trimestre de 2021, o indicador registrou 46,5 pontos nos índices de desempenho, situação financeira, perspectivas e confiança da pequena indústria. O resultado está acima da média do primeiro trimestre de 2021 (43,9 pontos) e do segundo trimestre de 2020 (34,1 pontos, influenciado pela pandemia).

Os índices variam de zero a 100. O levantamento também mostrou que os indicadores de desempenho não só estão mais elevados ante o trimestre anterior, como também em relação ao mesmo período de anos anteriores.

“Para os próximos meses, há expectativa de novo aumento desse indicador, em decorrência: do avanço da vacinação no Brasil, que está atingindo faixas etárias que incluem a população economicamente ativa; do aumento do volume de produção; e da manutenção da criação de empregos no setor industrial”, diz o relatório técnico da pesquisa.

Perspectivas

A falta ou o alto custo de matéria-prima se manteve como principal obstáculo para as empresas dos setores de transformação e de construção (com índices de 60,4% e 58,5%, respectivamente), mas ficou em segundo lugar no ranking de problemas para os empresários do setor de extração (36,2%). 

O aumento do Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) para pequenas indústrias e do Índice de Perspectivas indicam que micro, pequenas e médias empresas têm expectativa de melhora do ritmo de recuperação da atividade. O Icei alcançou 60,9 pontos em julho de 2021, após três aumentos consecutivos e segue acima da média histórica (52,5 pontos).

O indicador das perspectivas da pequena indústria apresentou aumento de 0,5 ponto em julho de 2021, alcançando 52,6 pontos.

Levantamento

A composição dos índices leva em consideração itens como volume de produção, número de empregados, utilização da capacidade instalada, satisfação com o lucro operacional e situação financeira, facilidade de acesso ao crédito, expectativa de evolução da demanda e intenção de investimento e de contratação.

A pesquisa é divulgada trimestralmente com base na análise dos dados da pequena indústria, levantados na Sondagem Industrial, na Sondagem Indústria da Construção e no Índice de Confiança do Empresário Industrial. Todos os meses, as pesquisas ouvem mais de 900 empresários de empresas de pequeno porte.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Prefeitura de Juazeiro analisa vacinação irregular de jovens

00:30 | Ago. 16, 2021
Autor
Tipo Notícia

A vacinação irregular de jovens com menos de 29 anos em Juazeiro do Norte está sendo avaliada pela Prefeitura do município. Na manhã do último sábado, 14, jovens com até 18 anos sem agendamento chegaram a ser vacinados em um dos pontos de aplicação de imunizantes, no Clube dos Comerciários.

A movimentação não consta no cronograma oficial de vacinação da cidade, que está priorizando agora pessoas com 29 anos ou mais.

Um tumulto teria se formado com a informação que a Juazeiro do Norte teria reduzido a idade para a vacinação. Muitas pessoas fora da faixa indicada e sem agendamento foram ao local tentar conseguir uma dose e algumas chegaram a ser vacinadas.

Segundo informações de moradores pelas redes sociais, a inciativa da vacinação teria sido dos próprios funcionários da unidade.

"O problema foi que tinha vacinas a mais e eles (os profissionais) mesmos resolveram aplicar no público dessa idade que estavam por lá e uns foram chamando outros, e deu no que deu! Super errado e com falta de respeito pra quem está esperando sua vez chegar", escreveu uma moradora da cidade na página da Prefeitura. "Disseram que a notícia é falsa, mas algumas pessoas ainda foram vacinadas, isso é injusto!", escreveu outro morador.

Por meio de nota, a Secretaria de Saúde de Juazeiro do Norte desmentiu a informação sobre avanço da vacinação para público de 18 a 29 anos. "Não houve redução de idade para a vacinação contra a COVID-19, no município", explica a nota.

A secretária de Saúde, Francimones Rolim, ressaltou, por meio do texto, que não foi autorizado por ela, qualquer procedimento posterior ao que foi informado no site da Prefeitura de Juazeiro e nas redes sociais oficiais. Na postagem mais recente sobre a vacinação, o município alerta que a vacinação está sendo feita mediante agendamento, mas apenas para a faixa etária de 29 anos.

De acordo com a pasta, os profissionais de saúde que realizarem vacinação irregular pessoas de 18 a 29 anos no sábado serão notificados e a SESAU tomará as medidas cabíveis. Ainda não se tem informações sobre os jovens imunizados na data.

A Secretaria reforça que qualquer informação oficial sobre vacinação será divulgada no site da Prefeitura e nas redes sociais oficiais.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Prefeitura de Juazeiro analisa vacinação irregular de jovens com menos de 29 anos

coronavírus
18:24 | Ago. 15, 2021
Autor Júlia Duarte
Foto do autor
Júlia Duarte Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A vacinação irregular de jovens com menos de 29 anos em Juazeiro do Norte está sendo avaliada pela Prefeitura do município. Na manhã do último sábado, 14, jovens com até 18 anos sem agendamento chegaram a ser vacinados em um dos pontos de aplicação de imunizantes, no Clube dos Comerciários. A movimentação não consta no cronograma oficial de vacinação da cidade, que está priorizando agora pessoas com 29 anos ou mais. 

LEIA MAIS| Fortaleza começa vacinação de nascidos em 2000; veja movimentação neste sábado

Um tumulto teria se formado com a informação que a Juazeiro do Norte teria reduzido a idade para a vacinação. Muitas pessoas fora da faixa indicada e sem agendamento foram ao local tentar conseguir uma dose e algumas chegaram a ser vacinadas. Segundo informações de moradores pelas redes sociais, a inciativa da vacinação teria sido dos próprios funcionários da unidade.

+Maracanaú inicia vacinação de público geral de 18 a 29 anos

"O problema foi que tinha vacinas a mais e eles (os profissionais) mesmos resolveram aplicar no público dessa idade que estavam por lá e uns foram chamando outros, e deu no que deu! Super errado e com falta de respeito pra quem está esperando sua vez chegar", escreveu uma moradora da cidade na página da Prefeitura. "Disseram que a notícia é falsa, mas algumas pessoas ainda foram vacinadas, isso é injusto!", escreveu outro morador.

Por meio de nota, a Secretaria de Saúde de Juazeiro do Norte desmentiu a informação sobre avanço da vacinação para público de 18 a 29 anos. "Não houve redução de idade para a vacinação contra a COVID-19, no município", explica a nota. 

A secretária de Saúde, Francimones Rolim, ressaltou, por meio do texto, que não foi autorizado por ela, qualquer procedimento posterior ao que foi informado no site da Prefeitura de Juazeiro e nas redes sociais oficiais. Na postagem mais recente sobre a vacinação, o município alerta que a vacinação está sendo feita mediante agendamento, mas apenas para a faixa etária de 29 anos.

De acordo com a pasta, os profissionais de saúde que realizarem vacinação irregular pessoas de 18 a 29 anos no sábado serão notificados e a SESAU tomará as medidas cabíveis. Ainda não se tem informações sobre os jovens imunizados na data.

A Secretaria reforça que qualquer informação oficial sobre vacinação será divulgada no site da Prefeitura: e nas redes sociais oficiais.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Estado da Nova Gales do Sul, na Austrália, e Irã impõem novas quarentenas

INTERNACIONAL
18:10 | Ago. 14, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia
Após registrar seu recorde diário de casos de covid-19, com 466 novas infecções em 24 horas, o Estado australiano da Nova Gales do Sul decidiu neste sábado impor uma nova quarentena local para conter o avanço da variante delta do coronavírus, segundo informou o The Guardian.
As novas ordens - que tomaram efeito às 17h00 (horário local) de hoje e vão durar até o fim do próximo sábado (21) - incluem a obrigatoriedade de permanecer em casa a menos que haja razão "razoável" para sair, enquanto pessoas de domicílios diferentes não poderão compartilhar o mesmo ambiente doméstico, e pubs, restaurantes e lanchonetes deverão ficar fechadas ao público.
Premiê da Nova Gales do Sul, Gladys Berejiklian afirmou que a situação no Estado é "terrível" e alertou para a possibilidade da região enfrentar meses de bloqueios enquanto as baixas taxas de vacinação chegam perto da meta de 70% da população adulta completamente vacinada. Atualmente, cerca de 26% dos adultos receberam duas doses no Estado.
De acordo com a Associated Press, com base em relatos da mídia local, o Irã também vai impor um lockdown no país. O bloqueio deve durar seis dias, da segunda-feira (16) até o próximo sábado (21), segundo a publicação. Entre as restrições, todos os bazares, mercados e escritórios públicos, bem como cinemas, academias e restaurantes fecharão em todas as cidades iranianas. A força-tarefa nacional de combate ao coronavírus, que emitiu a decisão, também ordenou a proibição de viagens entre todas as cidades iranianas de domingo a sexta-feira.
Neste sábado, o Irã registrou 29,7 mil novos casos e 466 mortes adicionais provocadas pela covid-19, para um total de 4.389.085 de pessoas infectadas e 97.208 óbitos.
A Rússia registrou neste sábado sua maior taxa diária de novas mortes por covid-19 desde o início da pandemia, com mais 819 óbitos nas últimas 24 horas, além de 22.144 casos, segundo relatos da mídia internacional. Ao todo, 169.683 russos morreram da doença, segundo o The Guardian.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Celebração da Santa Dulce dos Pobres é marcada nesta sexta-feira, 13

BRASIL
23:09 | Ago. 13, 2021
Autor Mirla Nobre
Foto do autor
Mirla Nobre Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

No dia 13 de agosto, comemora-se o Dia da Santa Dulce dos Pobres, a primeira santa legitimamente brasileira. Canonizada em outubro de 2019 pelo Vaticano, esta sexta-feira marca a segunda vez que se celebra a data da santa brasileira. Devotos celebram a data comemorativa com missas no formato presencial e em transmissão pelas redes sociais. Em Fortaleza, algumas paróquias celebraram a data, como o Santuário de Fátima e a Capela São Francisco da Paz, ambas no bairro de Fátima. 

Irmã Dulce nasceu em Salvador, e era conhecida como o “Anjo bom da Bahia”. Ela foi uma das religiosas mais populares do Brasil graças ao trabalho social prestado aos mais pobres e necessitados, principalmente na Bahia. Após a cerimônia de canonização, Irmã Dulce passou a ser Santa Dulce dos Pobres.

Maria Rita Lopes Pontes, a Santa Dulce, nasceu em 26 de maio de 1914. Era filha de um dentista e de uma dona de casa que morreu de parto quando ela tinha apenas sete anos, descobriu sua vocação ainda adolescente, quando atendia mendigos e doentes na porta da casa da família. Aos 19 anos se tornou freira e adotou o nome de "Dulce", em homenagem à mãe. 

LEIA TAMBÉM | Pelo segundo ano consecutivo, "Caminhada com Maria" é celebrada de forma online

Em Salvador, Santa Dulce dos Pobres atuava nos bairros mais pobres da cidade. Durante suas atividades, chegou a invadir propriedades desocupadas para abrigar doentes que pediam sua ajuda. A santa transformou, em 1949, o galinheiro de um convento em uma enfermaria improvisada, que ao longo dos anos passou a ser um complexo de hospitais e centros públicos de saúde: as Obras Sociais da Irmã Dulce (OSID), que hoje atende cerca de 2,2 milhões de pessoas.

Com sede na capital da Bahia, a ONG Obras Sociais Irmã Dulce (OSID) presta serviços de saúde apenas pelo Serviço Único de Saúde (SUS), sendo totalmente gratuito e voltado para a população pobre e em situação de vulnerabilidade social. De acordo com o portal da OSID, atualmente, a ONG realiza mais de 2,2 milhões de procedimentos ambulatoriais por ano, possui 954 leitos hospitalares, 3 mil funcionários (incluindo profissionais médicos) e 787 crianças e adolescentes acolhidos no Centro Educacional.

LEIA MAIS | Conheça a biografia e o trabalho social de Irmã Dulce, "a santa dos pobres"

Canonização

A freira brasileira que dedicou sua vida à caridade, tornou-se Santa Dulce dos Pobres no dia 19 de outubro de 2019, numa cerimônia conduzida pelo papa Francisco, no Vaticano. Destacou-se por sua perseverança em prol de projetos dedicados aos mais necessitados. Também se destacou no âmbito político, com movimentação entre os representantes do poder para conseguir apoio ao seu trabalho de caridade.

Durante seu trabalho de assistência aos mais pobres, dois milagres foram registrados e que levaram a sua canonização: ter estancado a hemorragia de uma mulher após um parto e devolvido a visão de um homem que esteve cego durante 14 anos. A sua canonização ocorreu 27 anos depois da sua morte.

Celebração no Santuário de Fátima; acompanhe aqui

Celebração Capela São Francisco; acompanhe aqui

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags