Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Centrais anunciam protestos de servidores contra pautas trabalhistas do Congresso

18:47 | Ago. 13, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Tipo Notícia

Centrais sindicais convocaram para a pr√≥xima quarta-feira, 18, um dia nacional de protestos e paralisa√ß√Ķes de servidores p√ļblicos contra mat√©rias trabalhistas no Congresso: a proposta de emenda √† Constitui√ß√£o (32/20) que trata da reforma administrativa e a medida provis√≥ria (1.045/21) que traz medidas emergenciais de emprego e renda.

A manifestação conta com o apoio da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Força Sindical (FS), União Geral dos Trabalhadores (UGT), Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST), Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), entre outras.
Entre os pontos da proposta de reforma que considera prejudiciais, o presidente da CSB, Antonio Neto, destacou dispositivos que atacam a estabilidade de funcion√°rios p√ļblicos.
"O governo Bolsonaro quer instituir o sistema de 'rachadinha' em todas as esferas do servi√ßo p√ļblico atrav√©s da PEC 32, acabando com a estabilidade do servidor para abrir caminho para indica√ß√Ķes pol√≠ticas", disse ao Broadcast Pol√≠tico, sistema de not√≠cias em tempo real do Grupo Estado. "N√£o podemos permitir esse retrocesso gigantesco no Brasil, destruindo os servi√ßos p√ļblicos para transformar prefeituras, estados e o governo federal num gigantesco cabide de emprego", emendou.
No in√≠cio da semana, as entidades haviam manifestado rep√ļdio √†s mudan√ßas introduzidas pela C√Ęmara √† MP do programa emergencial de emprego e renda. "As novas medidas de flexibiliza√ß√£o laboral e afastamento dos sindicatos das negocia√ß√Ķes mais uma vez seguem a linha da precariza√ß√£o e aumentar√£o a vulnerabilidade dos trabalhadores e das trabalhadoras", destacaram em nota.
D√ļvidas, Cr√≠ticas e Sugest√Ķes? Fale com a gente

Tags

Glêsdon Bezerra empossa servidores municipais efetivos em Juazeiro do Norte

Juazeiro do Norte
18:01 | Ago. 09, 2021
Autor Filipe Pereira
Foto do autor
Filipe Pereira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Nesta segunda-feira, 9, o prefeito de Juazeiro do Norte, Glêdson Bezerra (Podemos), realizou a nomeação e a posse de mais 137 aprovados no concurso público para servidores efetivos do município. O ato da convocação ocorreu em formato híbrido (virtual e presencial) no auditório da Secretaria de Educação, e também contou com a presença da secretária de Educação, Pergentina Jardim.

Segundo a gestão municipal, os servidores empossados estão sendo lotados nas secretarias de Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Trabalho, Infraestrutura e Administração. Em seu pronunciamento, Glêdson anunciou a convocação de outros 170 concursados que também tomarão posse nos próximos dias.

O prefeito destacou ainda que toda documentação referente às contratações já estava pronta e aguardando apenas o anúncio da retomada das aulas presencialmente. “Eles devem atuar, principalmente, na Educação. Estamos aguardando apenas a retomada das aulas para que sejam efetivados”, disse.

Nos sete primeiros meses de administração desde que foi eleito prefeito de Juazeiro, o gestor afirma que  1.322 aprovados já foram efetivados em seus respectivos cargos. A posse acontece logo após Glêdson e o seu vice, Giovanni Sampaio (Podemos), serem absolvidos pelo Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) em processo por abuso de poder econômico nas eleições municipais de 2020. A decisão em julgamento de primeira instância determinava a cassação dos diplomas dos gestores.

Em entrevista à Rádio CBN Cariri, o prefeito afirmou que estava bastante confiante no julgamento de inocência. "Recebi (a decisão) com muita felicidade. Sempre acreditei na justiça desse país e agora fico ainda mais feliz", disse.

Porém, Glêdson enfrenta sua quarta CPI na Câmara. A investigação pretende apurar conduta de dispensa de licitação em suposto favorecimento na contratação direta da empresa Revert Pro Ambiental, responsável por prestar serviços de coleta de lixo e limpeza urbana.

LEIA MAIS l Gledson Bezerra propõe modelo de limpeza urbana e gera polêmica sobre taxa do lixo em Juazeiro

Desde o início da gestão, o prefeito enfrenta um embate com o Legislativo. Apenas um junho deste ano, o prefeito nomeou o vereador Rafael Cearense (Podemos) como líder do governo na Câmara, onde possui maioria como oposição.

 

 

D√ļvidas, Cr√≠ticas e Sugest√Ķes? Fale com a gente

Tags

Protesto de caminhoneiros próximo ao Porto de Santos é encerrado

ECONOMIA
17:29 | Jul. 28, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo

A Autoridade Portu√°ria de Santos (SPA), que administra o Porto de Santos, informou que foi encerrado o protesto de caminhoneiros que ocorria na margem direita do terminal. A informa√ß√£o foi divulgada em nota enviada ao Broadcast Agro. Desde domingo, um grupo de 20 a 30 caminhoneiros protestavam pacificamente na Avenida Augusto Barata (Alemoa), via de acesso ao porto. Segundo a SPA, n√£o houve interrup√ß√£o de entrada ou sa√≠da de caminh√Ķes nestes quatro dias.

O fim dos atos no local tamb√©m foi confirmado pelo presidente do Sindicato dos Transportadores Rodovi√°rios Aut√īnomos de Carga a Granel de Santos, Cubat√£o e Guaruj√° (Sindgran), Jos√© Cavalcanti de Andrade. "A paralisa√ß√£o foi totalmente encerrada e as atividades foram normalizadas", disse Andrade h√° pouco, ap√≥s circular pelo terminal. O Sindicato dos Transportadores Rodovi√°rios Aut√īnomos de Bens da Baixada Santista e Vale do Ribeira (Sindicam) tamb√©m informou que os caminhoneiros associados √† entidade retomaram as atividades, deixando a paralisa√ß√£o nacional da categoria.
Com o fim das manifesta√ß√Ķes nas rodovias e vias de acesso pr√≥ximas ao terminal portu√°rio, a Comiss√£o Estadual de Seguran√ßa P√ļblica nos Portos, Terminais e Vias Naveg√°veis no Estado de S√£o Paulo (Cesportos) deve baixar o n√≠vel de seguran√ßa das vias p√ļblicas e de acesso ao Porto de Santos para risco baixo, diz uma fonte. Segundo o interlocutor que acompanha a movimenta√ß√£o do terminal, uma nova portaria deve ser publicada pela Cesportos √†s 18h. Ontem, a Cesportos elevou o n√≠vel de seguran√ßa na regi√£o para risco m√©dio, o que permite permite a atua√ß√£o da Pol√≠cia Militar nas vias do porto.
D√ļvidas, Cr√≠ticas e Sugest√Ķes? Fale com a gente

Tags

Após ameaça de greve dos caminhoneiros, ainda há protestos pontuais, sem bloqueio

ECONOMIA
15:38 | Jul. 27, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo

As manifesta√ß√Ķes de caminhoneiros continuam ocorrendo pelo Pa√≠s nesta ter√ßa-feira, 27, segundo representantes da categoria. Os atos, iniciados no √ļltimo domingo, seguem com protestos pontuais nas margens de rodovias, com extens√£o de faixas nos acostamentos e ve√≠culos paralisados em postos de combust√≠veis. N√£o h√° relatos de interrup√ß√£o do fluxo das estradas, tanto federais quanto estaduais. A Pol√≠cia Rodovi√°ria Federal (PRF) n√£o registrava at√© o come√ßo da tarde nenhum ponto de bloqueio ou interdi√ß√£o em rodovia federal, informou em nota enviada ao Estad√£o/Broadcast.

O presidente do Conselho Nacional do Transporte Rodovi√°rio de Cargas (CNTRC), Pl√≠nio Dias, disse que a mobiliza√ß√£o est√° dentro do planejado pela entidade, que convocou os atos. "Est√° tudo parado nos pontos previstos, como o Porto de Santos. Nos demais pontos, tamb√©m h√° ades√£o. Aos poucos, motoristas est√£o aderindo. √Č o efeito cascata, como esper√°vamos", afirmou Dias.

Ele estima que há protestos em pelo menos 23 Estados e reforça que os atos seguirão por tempo indeterminado. Segundo Dias, há rumores nos piquetes de que os preços dos combustíveis poderão ser reajustados novamente nesta semana. "Se ocorrer, é jogar gasolina no fogo", afirmou.

No Porto de Santos, a entrada e a sa√≠da de caminh√Ķes no terminal portu√°rio estava normal na manh√£ desta ter√ßa-feira, segundo as autoridades portu√°rias da regi√£o. Um grupo de cerca de 30 manifestantes carregando faixas promove manifesta√ß√£o pac√≠fica, sem interdi√ß√£o do tr√°fego, iniciada na segunda-feira, 26, na margem direita do terminal, na Avenida Augusto Barato.

As informa√ß√Ķes s√£o da Autoridade Portu√°ria de Santos (SPA), da Comiss√£o Estadual de Seguran√ßa P√ļblica nos Portos, Terminais e Vias Naveg√°veis do Estado de S√£o Paulo (Cesportos) e do Sindicato dos Operadores Portu√°rios do Estado de S√£o Paulo (Sopesp), divulgadas em nota conjunta enviada √† reportagem. Segundo as autoridades portu√°rias, na margem esquerda, na regi√£o do Guaruj√°, o acesso ao porto ocorre normalmente e n√£o h√° registro de nenhuma anormalidade. "O tr√Ęnsito permanece liberado, com acompanhamento de autoridades locais. O Porto de Santos opera normalmente", disseram, na nota.

As reivindica√ß√Ķes dos caminhoneiros incluem mudan√ßa da pol√≠tica de pre√ßos da Petrobras, para combust√≠veis de Paridade de Importa√ß√£o (PPI) para Paridade de Exporta√ß√£o (PPE); o cumprimento do piso m√≠nimo do frete rodovi√°rio; aposentadoria especial e mudan√ßas no projeto do governo federal para cabotagem.

O diretor da Confedera√ß√£o Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Log√≠stica (CNTTL), Carlos Alberto Litti Dahmer, estima que mais de cem pontos de protestos foram formados pelo Pa√≠s em 15 Estados na segunda-feira. As informa√ß√Ķes sobre a manifesta√ß√£o desta ter√ßa ainda est√£o sendo mensuradas, segundo Litti.

As incertezas quanto ao rumo do movimento tamb√©m permanecem, j√° que a realiza√ß√£o da greve n√£o √© uma decis√£o un√Ęnime na categoria. Outro ponto que inibe a ades√£o dos caminhoneiros √© o fato de que, por serem aut√īnomos, a paralisa√ß√£o √© vista por alguns transportadores como "dias de preju√≠zo". Alguns sindicatos ainda v√£o decidir se aderem ou n√£o ao movimento, como o Sindicato dos Transportadores Rodovi√°rios Aut√īnomos de Bens da Baixada Santista e Vale do Ribeira (Sindicam), que decidir√° na quarta-feira, 28, sobre a participa√ß√£o. H√° tamb√©m a possibilidade de ades√£o de motoristas de aplicativos nos atos ao longo da semana.

Nos bastidores, l√≠deres de entidades que n√£o aderiram aos atos questionam a credibilidade dos movimentos e das associa√ß√Ķes envolvidas. "As pessoas que polemizam nos grupos de WhatsApp e instigam paralisa√ß√£o n√£o possuem representatividade legal perante a categoria. Buscam interesses pr√≥prios e proje√ß√£o pol√≠ticas", afirmou um representante dos transportadores aut√īnomos.

Dias, do CNTRC, contudo, nega as acusa√ß√Ķes de envolvimento de pauta pol√≠tica nos atos e de poss√≠vel liga√ß√£o dos protestos a grupos pol√≠ticos ou partidos de esquerda. "Muitos caminhoneiros est√£o falando mal do Conselho. Essas acusa√ß√Ķes n√£o procedem. Nossa pauta n√£o tem a ver com politicagem. A pauta √© pela sobreviv√™ncia da categoria", afirmou.

D√ļvidas, Cr√≠ticas e Sugest√Ķes? Fale com a gente

Tags

Centenas de manifestantes pedem "liberdade para Cuba" em Washington

00:30 | Jul. 27, 2021
Autor
Tipo

No dia em que Cuba celebra os 68 anos daquele que é o marco inicial da Revolução Cubana, centenas de pessoas se reuniram em Washington nesta segunda-feira (26) para exigir "liberdade para Cuba" e uma intervenção dos Estados Unidos após a repressão aos protestos históricos há duas semanas na ilha. Com bandeiras cubanas e americanas, os manifestantes passaram em frente à Casa Branca e depois à embaixada cubana, gritando "Abaixo a ditadura" e "Pátria e vida", título de uma canção que se tornou um símbolo do movimento de protesto.

Em 26 de julho, o assalto ao quartel Moncada em Santiago de Cuba, liderado em 1953 por Fidel Castro, deu início à revolução contra o regime de Fulgencio Batista. Nos bairros de Havana, pequenas comemorações foram realizadas, com exaltação de figuras histórias e pichações em alusão a data. Contudo, as celebrações contaram com público limitado devido à crescente onda de Covid-19, que no final desta segunda-feira somou 8.184 novos casos e 66 mortes em 24 horas, um dos maiores números desde que foi divulgado o primeiro contágio na ilha de 11,2 milhões de habitantes.

Nos Estados Unidos, os manifestantes colocaram nas portas da embaixada cartazes com a legenda "Não temos mais medo" e pedindo uma "intervenção" dos Estados Unidos. “Pedimos ao governo Biden que intervenha militarmente porque em Cuba o exército enfrenta cidadãos que não estão armados”, disse à AFP Yamila Díaz, 34 anos, nascida na ilha.

Kat Moya, 22 anos, uma americana cujo pai fugiu de Cuba, disse que queria mostrar sua solidariedade aos cubanos: “Eles não gozam das liberdades que temos aqui, temos o direito de estar aqui (nos manifestando) enquanto eles são espancados por fazerem o mesmo lá" na ilha. “É a primeira vez que o povo cubano está tão unido, dentro e fora de Cuba”, disse Carlos Rodríguez, de 29 anos. “Não queremos o comunismo”, acrescentou.

Na semana passada, o governo Joe Biden impôs sanções ao ministro da Defesa cubano, alegando buscar uma forma de restaurar o acesso à Internet na ilha, além de permitir que os cubano-americanos enviem dinheiro para seus familiares. Há duas semanas, Cuba, em meio a uma grave crise econômica, registrou protestos sem precedentes contra o governo que deixaram um morto, dezenas de feridos e centenas de detidos.

Uma senhora idosa agita uma bandeira cubana segurando um pôster do falecido líder cubano Fidel Castro em Havana, em 26 de julho de 2021. - O governo cubano comemorará em 26 de julho o 68º aniversário do ataque guerrilheiro ao quartel Moncada, amplamente considerado o início da Revolução Cubana. (Foto de YAMIL LAGE / AFP)
Uma senhora idosa agita uma bandeira cubana segurando um pôster do falecido líder cubano Fidel Castro em Havana, em 26 de julho de 2021. - O governo cubano comemorará em 26 de julho o 68º aniversário do ataque guerrilheiro ao quartel Moncada, amplamente considerado o início da Revolução Cubana. (Foto de YAMIL LAGE / AFP) (Foto: YAMIL LAGE / AFP)

Presidente de Cuba comemora data nacional com trabalho voluntário junto a jovens

O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, comemorou o feriado deste 26 de julho com um apelo à paz, ao trabalho e à unidade do país, realizando trabalho voluntário com jovens apoiadores, 15 dias depois dos protestos contra o governo da Ilha. "Parabéns a todos os cubanos! Obrigado, queridos amigos do mundo! Hoje é 26! Reitero meu apelo à paz, ao trabalho, à unidade e a avançarmos juntos!", Disse Diaz-Canel no Twitter na segunda-feira.

Junto com outras autoridades, Díaz-Canel, primeiro-secretário do Partido Comunista (PCC, único), realizou trabalho agrícola com cerca de 100 jovens em Fontanar, bairro da periferia de Havana.

Os jovens "querem melhorar suas condições de vida e não encontram uma solução imediata para suas expectativas", disse o general aposentado Fabián Escalante em um artigo publicado nesta segunda-feira pelo Cubadebate.

"Há um setor jovem e despolitizado da população (devido ao nosso ineficiente trabalho político e patriótico) que não entende a necessidade de resistência às políticas imperiais", acrescentou Escalante, que foi chefe da inteligência cubana durante os anos difíceis da Guerra Fria.

Ele admitiu que "a explosão social ocorrida" no país "surpreendeu a todos e não por falta de evidências e indícios".

Em sua reflexão, Escalante admite que os governantes "também têm responsabilidades pelos erros cometidos, que exigem uma análise autocrítica, não apenas referências marginais".

"A passividade nos torna cúmplices de erros e tendências negativas", diz o general, que apelou ao combate à "corrupção, burocracia, preguiça", além da "desconfiança, falta ou ausência de controle administrativo e político" e "orientações vazias e formais".

D√ļvidas, Cr√≠ticas e Sugest√Ķes? Fale com a gente

Tags

Descoberto novo site falso que rouba dados de servidores p√ļblicos

Geral
15:58 | Jul. 26, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo

Pela segunda vez em poucos dias, o Minist√©rio da Economia pediu a suspens√£o de um site falso registrado no exterior que rouba informa√ß√Ķes de servidores p√ļblicos federais. A p√°gina captura usu√°rios e senhas do aplicativo SouGov.br. O alerta foi publicado hoje (26) pela Secretaria de Gest√£o e Desempenho de Pessoal do Minist√©rio da Economia. O endere√ßo falso √© servidor.sougovbr.online. Lan√ßado em maio, o SouGov.br substituiu o aplicativo Sigepe Mobile. A ferramenta tem cerca de 30 servi√ßos dispon√≠veis aos servidores federais, como fornecimento de contracheque, consultas de pr√©via de sal√°rio, envio de atestados m√©dicos e prova de vida para aposentados e pensionistas . A secretaria do Minist√©rio da Economia orienta os servidores federais a digitar o login e a senha do SouGov.br somente no aplicativo baixado da loja virtual oficial do governo. Caso algu√©m tenha inserido os dados no site falso, o √≥rg√£o pede a troca imediata da senha do Portal Gov.br e dos sistemas Sigac/Sigepe. Em caso de d√ļvidas, os servidores p√ļblicos devem entrar em contato com a Unidade de Gest√£o de Pessoas do seu √≥rg√£o ou com a Central de Atendimento Sipec, no telefone 0800-978-9009. A central tamb√©m pode ser acessada pela internet.

Este foi o segundo alerta emitido nos √ļltimos dias pelo √≥rg√£o. Na sexta-feira (23), a secretaria havia descoberto um site falso, tamb√©m hospedado no exterior, que coletava informa√ß√Ķes de usu√°rios e senhas do Sistema de Gest√£o de Acesso do Governo Federal (Sigac). O Sigac permite que gestores alterem dados do funcionalismo federal e tamb√©m d√° acesso ao Sigepe. Nesse sistema, os servidores federais do Poder Executivo (ativos e inativos), funcion√°rios de estatais e pensionistas obt√™m informa√ß√Ķes sobre contracheques e f√©rias, baixam comprovantes do Imposto de Renda e atualizam ou alteram dados cadastrais.

D√ļvidas, Cr√≠ticas e Sugest√Ķes? Fale com a gente

Tags