select ds_midia_link from midia where cd_midia = limit 1
Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

China: PMI industrial medido pela Caixin recua para o menor patamar em 16 meses

Autor - Agência Estado
Foto do autor
- Agência Estado Autor
Tipo Notícia

Uma medida privada da atividade industrial da China em julho caiu para a m√≠nima do p√≥s-covid no momento em que fortes inunda√ß√Ķes, um ressurgimento das infec√ß√Ķes pelo coronav√≠rus e blecautes de energia em algumas cidades pesaram sobre a produ√ß√£o e sobre novos pedidos.
O √≠ndice de gerentes de compras (PMI, na sigla em ingl√™s) industrial medido pela Caixin Media caiu de 51,3 pontos em junho para 50,3 pontos em julho, de acordo com dados divulgados pela empresa em parceria com a Markit. A leitura de julho foi a menor dos √ļltimos 16 meses, mas ainda ficou acima da marca de 50, que separa a expans√£o da contra√ß√£o.
O resultado aponta na mesma direção que o dado oficial do governo, que monitora grandes fábricas estatais de forma mais próxima. A leitura para julho foi de 50,4 versus 50,9 em junho, de acordo com dados divulgados pelo Escritório Nacional de Estatísticas chinês. A pesquisa oficial tem uma amostra muito maior que a da Caixin.
O subíndice da Caixin para novos pedidos de exportação subiu apenas levemente, com a pandemia ainda atrapalhando as vendas em outros países, informou a Caixin. A taxa de crescimento da produção também desacelerou pelo terceiro mês seguido, aumentando apenas de forma marginal, e no menor ritmo em 16 meses.
O indicador que mede o patamar de emprego manteve-se estável e ficou pouco acima da marca de 50 em julho, marcando o quarto mês seguido de expansão, afirmou Wang Zhe, um economista sênior do Caixin Insight Group.
Wang disse que os preços de matérias-primas se mantiveram altos, mas que a pressão inflacionária se reduziu levemente. "A recuperação da economia ainda não é sólida", disse ele. "A economia ainda enfrenta forte pressão de baixa." Fonte: Dow Jones Newswires.
D√ļvidas, Cr√≠ticas e Sugest√Ķes? Fale com a gente

Tags

China se compromete a manter estabilidade da pol√≠tica macroecon√īmica e a liquidez

ECONOMIA
2021-07-30 17:35:28
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A recupera√ß√£o econ√īmica da China n√£o √© s√≥lida e continua desigual, afirmou nesta sexta-feira, 30, o Politburo, √≥rg√£o decis√≥rio do Partido Comunista. Ele se comprometeu a manter as opera√ß√Ķes econ√īmicas "dentro de uma faixa razo√°vel" e tamb√©m a estabilidade nas pol√≠ticas macroecon√īmicas para este ano e o pr√≥ximo.
O Politburo afirmou que manter√° a liquidez em uma margem razo√°vel, buscar√° estabilizar o yuan e manter pre√ßos de commodities constantes, informou a ag√™ncia estatal Xinhua. A ag√™ncia, citando a reuni√£o do √≥rg√£o, afirmou que o governo apresentar√° em breve regras para cortes de emiss√Ķes de carbono e buscar√° conter o desenvolvimento de projetos com alto consumo de energia e poluentes. A reuni√£o, comandada pelo presidente Xi Jinping, tamb√©m tratou da necessidade de melhorar o sistema regulat√≥rio para companhias listadas no exterior e refor√ßar a supervis√£o dessas empresas, em meio a uma ofensiva do pa√≠s no setor de tecnologia.
O Politburo também diz que o governo implementará uma política de três filhos por casal e melhorará políticas de apoio sobre fertilidade, parentalidade e educação. O órgão ainda reafirmou o princípio de que "as casas são para morar, não para especulação" e enfatizou a necessidade de desenvolver um sistema de aluguel de moradias a fim de conter a especulação.
Fonte: Dow Jones Newswires.
D√ļvidas, Cr√≠ticas e Sugest√Ķes? Fale com a gente

Tags

EUA: SEC confirma pausa em IPOs de empresas da China para orientação sobre riscos

ECONOMIA
2021-07-30 13:29:56
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Securities and Exchange Commission (SEC), equivalente americana √† Comiss√£o de Valores Mobili√°rios (CVM), disse nesta sexta-feira (30) que paralisou o processamento de registros de ofertas p√ļblicas iniciais (IPOs) de empresas da China nos Estados Unidos. O objetivo do √≥rg√£o √© elaborar novas orienta√ß√Ķes ao mercado sobre os riscos envolvidos em comprar a√ß√Ķes de companhias do pa√≠s asi√°tico, em meio a uma ofensiva regulat√≥ria de Pequim. A informa√ß√£o foi antecipada pela ag√™ncia Reuters.
De acordo com o presidente da SEC, Gary Gensler, muitas empresas que tem base operacional na China utilizam companhias de fachada offshore em outra jurisdi√ß√£o, como as Ilhas Cayman, para abril capital. Isso ocorre, segundo a autoridade americana, porque boa parte da setor privado da China n√£o pode listar a√ß√Ķes em bolsas no exterior.
Gensler afirma que essas companhias de fachada celebram contratos de servi√ßo com as empresas do pa√≠s asi√°tico e, em seguida, emitem a√ß√Ķes em moeda estrangeira.
"Embora a empresa de fachada n√£o tenha participa√ß√£o acion√°ria na empresa operacional baseada na China, para fins cont√°beis, a empresa de fachada pode consolidar a empresa operacional em suas demonstra√ß√Ķes financeiras", diz o comunicado da SEC.
Ap√≥s a revis√£o, portanto, a SEC passar√° a exigir que as empresas intermedi√°rias deixem claro nos documentos para o IPO que os investidores n√£o est√£o comprando diretamente a√ß√Ķes de companhias da China. Al√©m disso, o √≥rg√£o regulador americano tamb√©m ordenar√° que os pap√©is para abertura de capital sinalizem que h√° incertezas sobre as a√ß√Ķes futuras do governo chin√™s.
"Acredito que tais divulga√ß√Ķes s√£o cruciais para a tomada de decis√£o de investimento informada e est√£o no cerne do mandato da SEC para proteger os investidores nos mercados de capitais dos EUA", afirma Gensler.
Nas √ļltimas semanas, a China refor√ßou uma ofensiva regulat√≥ria sobre os setores de tecnologia e educa√ß√£o privada. Como mostrou reportagem do Estad√£o/Broadcast, o movimento gerou cautela nos mercados internacionais e d√ļvidas sobre os pr√≥ximos passos do governo chin√™s.
D√ļvidas, Cr√≠ticas e Sugest√Ķes? Fale com a gente

Tags

Primeiro julgado por lei de segurança nacional em Hong Kong pega 9 anos de prisão

INTERNACIONAL
2021-07-30 10:05:13
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A primeira pessoa condenada de acordo com a lei de seguran√ßa nacional imposta pela China em Hong Kong foi sentenciada a nove anos de pris√£o nesta sexta-feira, 30, em um caso observado de perto como um term√īmetro de qu√£o estritamente os ju√≠zes do territ√≥rio semiaut√īnomo far√£o cumprir a legisla√ß√£o.
Tong Ying-kit, de 24 anos, foi declarado culpado na √ļltima ter√ßa-feira (27) por incitar a secess√£o e cometer atividades terroristas. Durante os protestos de rua em 1¬ļ de julho do ano passado - o anivers√°rio da transfer√™ncia da cidade do dom√≠nio brit√Ęnico para o chin√™s e um dia ap√≥s a lei entrar em vigor -, ele dirigiu uma motocicleta que colidiu com policiais.
O manifestante carregava uma bandeira com o lema de protesto popular "Liberte Hong Kong, Revolu√ß√£o do Nosso Tempo", que o governo local declarou mais tarde conter proibidas conota√ß√Ķes pr√≥-independ√™ncia.
Pequim imp√īs a lei para conter a dissid√™ncia depois que dist√ļrbios antigovernamentais se espalharam pela cidade por meses em 2019. A maioria dos principais pol√≠ticos e ativistas pr√≥-democracia da cidade j√° foram presos ou exilados.
A repressão atraiu críticas de dentro e fora de Hong Kong, mas as autoridades se irritaram com o que chamaram de hipocrisia ocidental, dizendo que a lei trouxe estabilidade e que todo país tem o direito de proteger sua soberania. Fonte: Dow Jones Newswires.
D√ļvidas, Cr√≠ticas e Sugest√Ķes? Fale com a gente

Tags

CPI (preliminar) da Alemanha sobe 0,9% em julho ante junho

ECONOMIA
2021-07-29 13:58:25
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O √≠ndice de pre√ßos ao consumidor (CPI, na sigla em ingl√™s) da Alemanha subiu 0,9% em julho ante junho, de acordo com leitura preliminar do indicador publicada nesta quinta-feira pela Destatis, ag√™ncia oficial de estat√≠sticas do pa√≠s. Na compara√ß√£o anual, o avan√ßo foi de 3,8%. s previs√Ķes de analistas ouvidos pelo Wall Street Journal indicavam alta mensal de 0,5% e anual de 3,3%. (Com informa√ß√Ķes da Dow Jones Newswires).
D√ļvidas, Cr√≠ticas e Sugest√Ķes? Fale com a gente

Tags

China anuncia que elevar√° tarifas para produtos sider√ļrgicos

ECONOMIA
2021-07-29 11:27:22
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A China informou nesta quinta-feira, que aumentar√° as tarifas de exporta√ß√£o de alguns produtos sider√ļrgicos, enquanto elimina as redu√ß√Ķes de impostos para as exporta√ß√Ķes de a√ßo, mais um passo para domar os crescentes pre√ßos das commodities. O Minist√©rio das Finan√ßas revelou, em seu site, que o governo aumentar√° as tarifas sobre o ferro de alta pureza para 20% dos atuais 15%, e aumentaria as tarifas sobre o ferro cromo de 20% para 40%. A empresa tamb√©m disse que removeria as redu√ß√Ķes de impostos para 23 tipos de produtos sider√ļrgicos, incluindo bobinas laminadas a frio e trilhos de a√ßo. As mudan√ßas entrar√£o em vigor no pr√≥ximo domingo. Fonte: Dow Jones Newswires.
D√ļvidas, Cr√≠ticas e Sugest√Ķes? Fale com a gente

Tags