PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Huawei investe R$ 35 milhões em centro de inovação em 5G no Brasil

Companhia propõe um espaço colaborativo para desenvolvimento de soluções a partir da nova geração da telefonia

11:34 | 27/07/2021
Empresa chinesa, Huawei investe R$ 35 milhões em centro de inovação em 5G no Brasil e mira sistema colaborativo de desenvolvimento no Ceará
 (Foto: Armando de Oliveira Lima)
Empresa chinesa, Huawei investe R$ 35 milhões em centro de inovação em 5G no Brasil e mira sistema colaborativo de desenvolvimento no Ceará (Foto: Armando de Oliveira Lima)

De olho na chegada do 5G no Brasil, cujo leilão é prometido para este semestre, a Huawei investiu R$ 35 milhões em um Centro de Inovação para o ecossistema desta nova tecnologia. A estrutura, inaugurada nesta terça-feira na sede da empresa em São Paulo, ficará disponível para parceiros e clientes da empresa desenvolverem projetos baseados na quinta geração de telefonia.

Sun Baocheng, CEO da companhia no Brasil, apontou o Ecosystem Tecnologia Center (EITC) como apropriado para solucionar os desafios tecnológicos que serão enfrentados pelas indústrias brasileiras e citou trabalhos desenvolvidos pela empresa na mineração, agricultura e inteligência artificial.

"Queremos nos tornar o condutor do desenvolvimento digital e o principal parceiro dos clientes na transformação digital, fundamental para o sucesso de futuros negócios. Com base no nosso foco principal de infraestrutura de TIC, a Huawei quer construir um ecossistema aberto, colaborativo e benéfico para todos os envolvidos", afirmou.

LEIA MAIS | De olho na implementação do 5G, empresa chinesa pretende investir em capacitação no Ceará

A parceria com 84 instituições de pesquisa no Brasil, três delas no Ceará, e os milhares de "talentos treinados e certificados", o CEO buscou demonstrar a proximidade com o desenvolvimento do setor no País no evento que contou com a presença do deputado federal Evair de Melo (PV-ES), de membros dos ministérios da Comunicação, Agricultura e também da Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

A empresa ainda destaca a presença de 23 anos no o Brasil e ressalta a parceria com operadoras locais para o desenvolvimento de todas as gerações de telefonia em operação no País, que a torna líder na banda larga fixa e móvel no mercado nacional.

*O jornalista viajou para São Paulo a convite da Huawei