PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Cariri aposta em conectividade entre setores para retomar desenvolvimento 

A criação de ecossistemas produtivos com base na interligação de setores e atores econômicos é a estratégia usada no processo de retomada no Cariri

Alan Magno
15:12 | 26/07/2021
Região do Cariri receberá ação de conectividade para interligar setores econômicos no pós pandemia (Foto: SARA MAIA)
Região do Cariri receberá ação de conectividade para interligar setores econômicos no pós pandemia (Foto: SARA MAIA)

Com redução da taxa de contágio da Covid-19, as expectativas pela implementação das medidas de retomada econômica no Cariri e nas demais regiões do Estado estão crescendo. Uma das estratégias adotadas pelo Governo do Estado é a antecipação e ampliação de projetos pensados no plano de desenvolvimento econômico do Ceará 2050.

A ideia geral é criar mecanismos que impulsionem as atividades econômicas já existentes em cada região do Estado. No caso específico do Cariri, a principal aposta é na conectividade entre os setores dentro e fora da região, fazendo com que a localidade seja a mais interconectada do interior do Estado, por meio da criação de ecossistemas produtivos com base na interligação de setores e atores econômicos de todos os municípios da região. 

O detalhamento do plano foi repassado com exclusividade pelo secretário executivo de regionalização e modernização da Casa Civil, Célio Fernando, em entrevista a Rádio O POVO CBN Cariri. Com relação as ações da pasta para retomada econômica no Cariri e demais regiões, ele pontua: "objetivo colocado foi pensar médio e longo prazo, já pensando em algo que possa ser compatível com a ideia de um pós pandemia".

Célio pontua ainda que a ação do Estado com relação ao contexto econômico no período pandêmico pode ser visto em três frentes distintas: a da retomada, com a autorização do funcionamento dos setores econômicos no Estado; o processo de recuperação, no qual espera-se reverter as consequências negativas geradas pela pandemia, como o desemprego, e o aspecto social; com políticas de incentivo que possibilitem uma recuperação acelerada, até o ponto de se recuperar o crescimento. 

"Nós já temos uma série de políticas públicas encaminhadas, para amparar esse processo de recuperação, então iremos fazer uma combinação, uma articulação de vários planos de desenvolvimento", complementa ao citar que a implementação de projetos de desenvolvimento que haviam sido pensados individualmente serão interligados entre si aumentando suas respectivas abrangências e potencial de geração de resultado. 

Projeto busca reabrir 15 mil postos de trabalho e investir R$ 3 milhões na indústria da moda no Ceará

Além da construção de relação entre tais projetos, Célio pontua ainda um investimento em conectividade e transporte entre as regiões do Ceará para que cada uma possa investir massivamente em um segmento já presente em sua matriz econômica e ofertar mais facilmente tal produto ou serviço para outras localidades. 

"O Cariri já detém uma influência muito forte no desenvolvimento do Ceará, se o Estado é referência em conectividade com o mundo, o Cariri é o entreposto dentro do Estado, não iremos mudar isso", afirma. O secretário pontua ainda que o foco não é a criação de novos ramos econômicos na região, mas um impulsionamento da matriz do turismo religioso e dos sítios arqueológicos, bem como do segmento calçadista e têxtil presente na região. 

Outro segmento que deve ser foco de investimentos do Estado na região é o da cadeia de produtos e serviços relacionados à saúde, como foco no atendimento da demanda de regiões vizinhas. Além disso, como forma de intensificar a conectividade entre tais segmentos, a área de economia criativa, com foco em empreendimentos inovadores e tecnológicos, também integra o plano de investimentos da economia pós pandemia no Cariri.

"Já temos na região mão de obra bem qualificada e universidades capazes de formar profissionais ainda mais especializados, então, até mesmo com o reforço do 5G, iremos focar bastante nas startups", complementa Célio.