PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Ceará pagará metade do salário mínimo para incentivar contratações na retomada econômica 

A medida contemplará setores de comércio e serviços, incluindo bares, restaurantes e empresas de eventos, considerados os mais afetados pela pandemia de Covid-19

Lais Oliveira
12:55 | 13/07/2021
O governador do Ceará, Camilo Santana (PT) anunciou medida em live nesta terça-feira, 13. (Foto: Carlos Gibaja/Divulgação)
O governador do Ceará, Camilo Santana (PT) anunciou medida em live nesta terça-feira, 13. (Foto: Carlos Gibaja/Divulgação)

Como parte dos incentivos implementados para a retomada do desenvolvimento econômico no Estado, o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), anunciou medida que prevê pagamento de metade do salário mínimo de 20 mil novos profissionais a serem contratados por empresas do Estado. A novidade contemplará setores de comércio e serviços.

LEIA TAMBÉM | 

Turismo avança 19,5% em maio e Ceará fica acima da média nacional

Assaí atacadista abre 293 vagas de emprego para nova lojas em Fortaleza

A informação foi divulgada em live realizada nesta terça-feira, 13. De acordo com Camilo, a lei com o projeto será enviada para a Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE), no máximo até quarta-feira, 14. A expectativa é que a matéria seja votada em regime de urgência ainda na quinta-feira, 15, antes do recesso. 

A lei vai determinar um regramento para a política criada pelo Governo. Haverá um teto para o número de pessoas contratadas, por exemplo. A medida não valerá para quem demite primeiro antes de contratar novos funcionários.

"O que eu puder fazer não só pra atrair empresas para o Ceará, mas para criar políticas que possam estimular e incentivar crédito e empregos para os cearenses, nós vamos fazer", salientou o governador. "Peço aos parlamentares uma votação em regime de urgência para aprovação de mais essa lei que vai beneficiar 20 mil cearenses", completou.

Além de anunciar a nova medida, Camilo divulgou que o Estado foi o segundo melhor resultado do Nordeste com saldo positivo na geração de empregos. Foram 24 mil novos empregos de janeiro a maio deste ano, conforme balanço do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). 

Na próxima segunda-feira, 19, o governo deve anunciar ainda os contemplados no programa Ceará Credi, que prevê crédito e capacitação para microempreendedores. 

Confira transmissão completa


 


Mais informações em instantes