PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Produção de veículos cai 13,4% em junho frente a maio, diz Anfavea

09:23 | 07/07/2021

Com 166,9 mil unidades fabricadas, a produção de veículos registrou queda de 13,4% na passagem de maio para junho, conforme balanço divulgado nesta quarta-feira, 7, pela Anfavea, entidade que representa as montadoras instaladas no País. Em meio à falta de peças, agravada pela indisponibilidade de componentes eletrônicos, a produção de junho foi a menor em 12 meses.

Frente a junho do ano passado, quando a indústria ainda sentia o choque dos primeiros meses de pandemia no Brasil, a produção subiu 69,6%. Os números englobam carros de passeio, utilitários leves, caminhões e ônibus.

As montadoras fecharam o primeiro semestre com 1,15 milhão de veículos montados, uma alta de 57,5% na comparação com os seis primeiros meses de 2020.

Em razão da escassez global de semicondutores, que compromete o fornecimento de módulos eletrônicos, metade das fábricas de automóveis parou parte ou toda a produção em junho por períodos que vão de dias ao mês completo.

Com alguns modelos em falta nas concessionárias, as vendas de veículos caíram 3,3% em junho, se comparadas a maio. Frente a junho do ano passado, um dos piores momentos nos últimos anos da indústria automotiva, as vendas tiveram alta de 37,4%, o que levou para 32,8% o crescimento no primeiro semestre, quando as revendas entregaram um total de 1,07 milhão de unidades.

O balanço da Anfavea mostra ainda que as exportações, um total de 33,5 mil veículos, caíram 9,4% frente a maio, porém subiram 72,6% comparativamente a junho de 2020. Nos seis primeiros meses do ano, 200,1 mil veículos, uma alta de 67,5%, foram embarcados ao exterior, tendo a Argentina como principal destino.

Em junho, as montadoras fecharam 1,35 mil vagas de trabalho, encerrando o mês com 102,7 mil pessoas ocupadas. A exemplo do que acontece desde o balanço relativo a janeiro, a Anfavea segue sem divulgar os números dos fabricantes de tratores e máquinas de construção, também sócios da entidade, em virtude da atualização estatística que vem sendo feita desde o desligamento da John Deere da associação.

TAGS